app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Opinião

A sa�de piorando no mundo moderno

A civilização atual no mundo moderno pode ser chamada de civilização do estresse. É impressionante o volume cada vez maior de pessoas que procuram os hospitais em todas as cidades brasileiras. As UTI’s estão sempre cheias e atualmente o número de casos de

Por | Edição do dia 02/08/2015 - Matéria atualizada em 02/08/2015 às 00h00

A civilização atual no mundo moderno pode ser chamada de civilização do estresse. É impressionante o volume cada vez maior de pessoas que procuram os hospitais em todas as cidades brasileiras. As UTI’s estão sempre cheias e atualmente o número de casos de câncer, infartados, depressivos e agredidos por viroses diversas é assustador. A impressão que temos é que o mundo vai enlouquecendo piorando por essa onda de drogados, de bandidos, de assaltantes que tiram a nossa paz. Nosso organismo é uma máquina espetacular, superperfeita, mas que se desorganiza toda quando é agredida por estímulos negativos como a nicotina, álcool, drogas e o estresse. Na última quarta-feira, ouvimos na Academia Alagoana de Medicina, uma interessante palestra da doutora Alaíde, grande cardiologista alagoana, sobre morte súbita, isto é, o coração parou de repente. É o caso do povo brasileiro atualmente. Por que tanta gente doente? É que as mudanças na vida das pessoas, a luta pela sobrevivência, a quebra da harmonia dentro das próprias famílias, a separação dos casais, dívidas acumuladas, tudo isso, gera uma profunda alteração no sistema imunológico do indivíduo, minando suas defesas, facilitando a invasão do seu organismo por vírus e bactérias e alterações profundas nos seus diversos órgãos. As más emoções provocam tanto cansaço no corpo quanto um trabalho árduo. O homem moderno é triturado pelas emoções negativas, pelo estresse. Ele já não dirige o seu próprio destino. Seus êxitos e fracassos não dependem somente do seu esforço pessoal, mas das forças que ele mesmo criou em torno de si – a civilização. E o povo brasileiro tem sofrido muito. O homem de hoje praticamente perde a sua liberdade individual e segue padrões de comportamento que não são legitimamente os seus. Vive uma vida corrida, com alimentação errada, bebendo demais, estressado com objetivos de poder e de fortuna e, quando adoece, sente que toda aquela luta não valeu a pena. Vivemos num mundo cercado pelas doenças de origem física, psíquica, genética e novas doenças viróticas. Já dizia o escritor Pirandello que a felicidade não consiste em viver sem problemas, mas ter forças para resolver com tranquilidade esses problemas. Saúde para todos.

Mais matérias
desta edição