app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5732
Opinião

Pai, Deus n�o se cansa de ser Pai

Estamos mais uma vez às portas dos dias dos pais. Homenagens aos montes são anunciadas e adentram nos lares. Agora é hora, de mais uma vez, cada filho e filha agradecer a seu pai. Temos motivos para isso? Sim. Muitos e diversos são os motivos para não dei

Por | Edição do dia 06/08/2015 - Matéria atualizada em 06/08/2015 às 00h00

Estamos mais uma vez às portas dos dias dos pais. Homenagens aos montes são anunciadas e adentram nos lares. Agora é hora, de mais uma vez, cada filho e filha agradecer a seu pai. Temos motivos para isso? Sim. Muitos e diversos são os motivos para não deixar de agradecer o provedor da família. Mas será que basta o elogio e os presentes para motivar um pai a ser pai e não se cansar desse sublime ofício? Posso afirmar, como pai, que o fator motivador de exercer e nunca se cansar de ser pai é o privilégio, compromisso e a reponsabilidade de poder olhar para o filho ou filha e saber que são fruto do amor, um presente de Deus; e no amor está a base sustentadora e renovadora de não se cansar de ser pai, mesmo em meio ao surgimento de conflitos entre pais e filhos, ameaças e perseguições. Será que nos dias atuais encontramos pais cansado? Sim, até mesmo alguns chegando a afirmar: “cansei de ser pai”! Infelizmente, vejo muitos pais cansados e se não muitos abandonando seu ofício por não renovarem suas forças com base no verdadeiro amor. Nós como pai necessitamos de um Pai que não se cansa. Quem será? Não é nenhum super-herói! Ele também não é da terra, mas do céu. Somente o pai do céu, o próprio SENHOR e Deus, que criou todo o universo e a cada um de nós, não se cansa de zelar e querer o nosso bem. Ele continua sendo nosso provedor e cuidador em qualquer situação da vida. Muitos exemplos foram relatados em sua santa palavra, a Bíblia, nos provando que o cuidado de Deus é um cuidado de pai e por puro amor. E um desses exemplos do amor cuidador de Deus é visto na vida de Elias, quanto perseguido e ameaçado pela incrédula rainha Jezabel, que disse, conforme lemos em 1 Reis 19.2: “Então, Jezabel mandou um mensageiro a Elias a dizer-lhe: Façam-me os deuses como lhes aprouver se amanhã... não tirar a tua vida...”. Elias temendo, fugiu para o deserto e lá debaixo de uma árvore foi tomado pelo desanimo. Conforme lemos: “Ele mesmo, Elias, porém, se foi ao deserto, caminho de um dia, e veio, e se assentou debaixo de um zimbro; e pediu para si a morte e disse: Basta; toma agora, ó SENHOR, a minha alma, pois não sou melhor do que meus pais (1Rs 19.4)”. Queridos pais, as situações adversas dessa vida, que acabam perseguindo e ameaçando o nosso ofício para cansarmos e não cumprimos nossa tarefa diária e constantemente de Pai, somente poderão ser superadas ao recorrermos e reconhecermos o cuidado que o Pai do céu tem por nós. É através de sua Palavra que derrama do seu amor nos renovando as forças a fim de cumprirmos nossa tarefa de Pai. Reconheçamos que quando cansamos, podemos confiar que o SENHOR, Deus não se cansa de ser Pai. Nosso Pai!

Mais matérias
desta edição