app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5729
Opinião

Dia do Advogado

11 de Agosto. Dia da instituição dos cursos jurídicos no país. As festejadas Faculdades de Direito de Olinda e do Largo do São Francisco. E também data em que se convencionou celebrar o dia do advogado. Vivemos dias conturbados. Os inimigos da liberdade

Por | Edição do dia 11/08/2015 - Matéria atualizada em 11/08/2015 às 00h00

11 de Agosto. Dia da instituição dos cursos jurídicos no país. As festejadas Faculdades de Direito de Olinda e do Largo do São Francisco. E também data em que se convencionou celebrar o dia do advogado. Vivemos dias conturbados. Os inimigos da liberdade voltam seus canhões para a advocacia, com o claro objetivo de, em enfraquecendo o advogado, tentar calar a sociedade.Vez por outra surgem os mesmos expedientes, trazidos à lume por porta-vozes diferentes: fim do exame de ordem, fiscalização do OAB pelo TCU, instituição do paralegal. A par disso, as recorrentes táticas que buscam criminalizar o exercício da advocacia surgem de todo lado: invasões de escritórios, violação do sigilo advogado-cliente e a recente determinação, sustada pelo Supremo Tribunal Federal, para que uma advogada justificasse a origem dos honorários que recebeu. Mas nos mantemos em pé. Altivos e serenos, mas mais unidos e irmanados do que nunca. Sobral Pinto, em célebre passagem, repetida aos quatro ventos, disse que advocacia não é profissão para covardes. Mas como várias são as espécies de covardia, também o são as formas de se demonstrar coragem. Aumentar o tom da voz, apontar o dedo a todos e ter opinião formada sobre tudo nem sempre são condutas que tem como objetivo a defesa da classe, embora rendam exposição midiática e, quem sabe, uma certa projeção político-partidária. Mas coragem é mais que isso. A coragem necessária para defender a classe dos advogados normalmente é demonstrada pela serenidade e altivez com que os temas apresentados são tratados, institucional ou individualmente, pela OAB. Nossa instituição não é picadeiro nem trampolim. A credibilidade e a imagem perante a sociedade decorrem de um trabalho sério e comprometido com o bem-estar e fortalecimento da advocacia como um todo. Sem sectarismo, sem individualizações, sem pirotecnia. Temos muito a comemorar, tanto no plano local quanto no nacional. Conquistas que não tem rosto, não tem nome, não tem remetente. Apenas destinatários: Todos os advogados e advogadas. Levarei até o último dia de gestão os ensinamentos de nosso Presidente Nacional, Marcus Vinícius Coelho, ao assumir o comando do Conselho Federal da OAB; serei protagonista de causas e não comentarista de casos.

Mais matérias
desta edição