app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Opinião

Uma parceria pela paz

O combate à violência e ao crime em Alagoas, que vem apresentando resultados animadores nos últimos meses, ganha um reforço de grande importância. O governador Renan Filho encaminhou à Assembleia Legislativa o Projeto de Lei que autoriza a Secretaria de E

Por | Edição do dia 25/08/2015 - Matéria atualizada em 25/08/2015 às 00h00

O combate à violência e ao crime em Alagoas, que vem apresentando resultados animadores nos últimos meses, ganha um reforço de grande importância. O governador Renan Filho encaminhou à Assembleia Legislativa o Projeto de Lei que autoriza a Secretaria de Estado da Segurança Pública a receber recursos oriundos do superávit do Detran/AL. No total, até o final do atual governo serão transferidos R$ 72 milhões, destinados exclusivamente a obras, equipamentos e políticas públicas de combate à violência e ao crime. Para se ter ideia da qualidade desses investimentos, com eles serão construídos, ao longo da atual gestão, entre outros projetos, 30 Centros Integrados de Segurança Pública (CISPs) – seis deles já no primeiro ano, em São José da Tapera, São José da Laje, Boca da Mata, Girau do Ponciano, Murici e Maragogi. Serão edificados também dois batalhões da PM, em Delmiro Gouveia e Penedo; três postos da PM em Maceió - Praça Centenário, Corredor Vera Arruda e Praça do Skate; a Delegacia de Narcóticos e a Delegacia de Homicídios de Maceió – a capital alagoana, durante vários anos considerada a mais violenta do País, nunca teve construída essa delegacia especializada. Serão construídas também as Casas de Custódia de União dos Palmares e de Arapiraca. São apenas exemplos da extensão e importância desse reforço financeiro para a Segurança Pública em Alagoas. Trata-se de decisão histórica do governo do Estado. A partir da aprovação do projeto pela Assembleia e da sanção do governador, a decisão terá força de lei. Todos sabemos que fazer segurança pública custa caro. As polícias alagoanas precisam estar bem equipadas para enfrentar o crime e garantir à sociedade a paz tão desejada, que é um direito de todos. O Detran/AL, que faz parte do sistema estadual de segurança pública, tem como princípio norteador de todas as suas ações a defesa da vida e a paz no trânsito. São postulados que toda a sociedade apoia e acolhe. Nada mais justo, portanto, que o excedente de sua receita seja destinado a ajudar as forças de segurança, em obras e equipamentos como o sistema de videomonitoramento, em políticas públicas preventivas ou ostensivas e nas investigações de crimes. Com um diferencial importante: esse apoio financeiro, agora, será feito com transparência e publicidade, regido por lei específica e, portanto, sob controle dos órgãos de fiscalização e da sociedade. A população saberá onde estão sendo investidos os recursos. Esta parceria abre uma nova etapa no trabalho contra a violência e pela paz nas ruas e nos lares de Alagoas.

Mais matérias
desta edição