app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Opinião

O sono e sua saúde

.

Por MILTON HÊNIO - médico e membro do Conselho Estratégico da Organização Arnon de Mello | Edição do dia 15/02/2020 - Matéria atualizada em 14/02/2020 às 20h46

Os tempos vão passando, o trabalho das pessoas aumentando e a luta pela sobrevivência é muito grande para que a família viva bem. Às vezes o salário é pouco, a insatisfação no trabalho é grande por vários motivos, o trânsito é imenso, concorrendo para que o indivíduo não chegue na hora certa com suas obrigações. Resultado: ele chega em casa à noite, cansado, nervoso e vai dormir preocupado com o dia seguinte. E, então, não consegue dormir bem. Toda noite tem insônia. Dorme no máximo 5 horas por noite, quando o ideal seriam 7 ou 8 horas de sono. Quero lembrar ao caro leitor, que a base de toda nossa vida é o sono. Entretanto, sono e pensamento não entram pela mesma porta do cérebro. Quem não dorme bem, perturba todo seu organismo. O sono é um verdadeiro diálogo interno. Seu fígado, seu intestino, seus pulmões e seu cérebro usam o silêncio da noite para a execução de seus notáveis trabalhos fisiológicos, para digerir bem aquilo que foi consumido durante o dia. Se você, portanto, dorme mal, esse trabalho do seu organismo fica prejudicado e lá surgem as doenças consequentes. Assim, quem não dorme bem, está predisposto a ter sintomas de alguma coisa. Dessa forma, o que precisamos é descobrir o que fazer para atingir um sono perfeito e saudável. Ouça uma boa música ao deitar, faça uma leitura agradável, solicite ajuda de Deus para que seus problemas sejam reduzidos, lembrando-se sempre de que a vida é uma passagem. Caso seja preciso, tome algum medicamento que possa lhe ajudar e seja prescrito por seu médico.

A hora de dormir é o momento em que a natureza planeja o seu descanso mental, estimula que interrompamos nossas atividades em favor do nosso repouso. Deixe, assim, suas preocupações para outra hora. “Cada momento de nossa vida é um milagre que não se repete”, cantou Fernando Pessoa. E Tristão de Athayde recomenda: “não desperdicemos um minuto sequer com pensamentos que nos desagradem”. Portanto, privar-se do sono leva rapidamente à perda do bem-estar. Nos seres humanos a falta de sono começa por causar fadiga, irritação e falta de concentração. Surgem posteriormente dores de cabeça e limitação no campo da assimilação. Nesse sentido, lembro aos portadores de insônia, que a principal causa desse mal, segundo os pesquisadores, são os pensamentos que você mantém acordado. É comum em conversa com os amigos ouvirmos as queixas deles de que dormem mal. Tudo em função dos pensamentos à noite. Ponha assim em sua cabeça bons pensamentos, durma muito bem e tenha bons sonhos, é o que lhes desejo. Aproveito este espaço para apresentar o meu profundo sentimento pela partida rápida para a eternidade do meu estimado colega Celso Tavares. Médico super humano, vocacionado, a vida inteira trabalhou procurando aliviar o sofrimento dos portadores de doenças infecciosas. E orientando de forma notável os alunos das Faculdades de Medicina de Maceió e outras cidades brasileiras. É o mistério da vida, não sabemos o momento seguinte. Que ele esteja na paz do Senhor.

Mais matérias
desta edição