app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Opinião

Na contramão da evolução tecnológica

.

Por Paulo Vellinho. empresário | Edição do dia 16/10/2020 - Matéria atualizada em 15/10/2020 às 22h55

A industrialização do mundo trouxe consigo mudanças no perfil das atividades econômicas inicialmente em um processo gradativo e que pouco a pouco viu sua velocidade aumentada exponencialmente e assim chegamos ao dia de hoje.

Se olharmos a evolução no tempo e no perfil da produção industrial veremos o salto fantástico que foi dado, e o preço pago pelas sociedades foi um ataque vigoroso às riquezas naturais paulatinamente devastadas, solo e subsolo. Empobreceu-se o Planeta Terra e enriqueceu-se os predadores. Mais uma vez tenta-se impingir o uso do carvão gaúcho de baixa qualidade como fonte energética para operar uma usina térmica... e dane-se a saúde pública e o meio ambiente que estão sendo afrontados. Enquanto os usuários tradicionais desta fonte energética estão sendo compelidos a fechar suas minas em razão dos danos, os atuais concessionários insistem em ignorar as restrições de seu uso postulando licença não só para explorar uma nova mina, mas também para alimentar uma usina termoelétrica movida a carvão, na contramão da tendência mundial que condenou seu uso. Estranha iniciativa, pois se até hoje esse grupo empresarial utilizou esse carvão minimamente processado (lavando-o apenas) vendendo para um único cliente, pois o mercado mundial não o aprova. Aliás, os combustíveis fósseis serão inexoravelmente substituídos por fontes de energia renovável como, por exemplo, a biomassa, solar, eólica, a maré e a energia fotovoltaica. O sucesso do automóvel elétrico e a comprovação da transformação irreversível que está ocorrendo, substituindo os atuais combustíveis líquidos. Como exemplo temos o próprio petróleo que está com o seu futuro condenado; veja-se o que está acontecendo com a geopolítica dos integrantes da OPEP que fazem de tudo para não ficar com o “mico”. Diante desta realidade não posso acreditar na consistência das intenções de investidores em um empreendimento cuja fonte energética está perdendo a sua validade.... o seu futuro a curto prazo. Está na hora de nos convencermos que assim como o carvão outros combustíveis fósseis vão representar o passado sem qualquer chance de futuro, pois a galinha dos ovos de ouro já era.

Mais matérias
desta edição