app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Opinião

Parabéns aos médicos brasileiros

.

Por MILTON HÊNIO - médico e membro do Conselho Estratégico da Organização Arnon de Mello | Edição do dia 17/10/2020 - Matéria atualizada em 16/10/2020 às 21h06

Dia 18 de Outubro. Dia do Médico! Há 57 anos tive a imensa alegria de receber o meu diploma de médico. Realização pessoal indescritível. Desde aquele tempo exerço a minha adorada profissão como pediatra, com imensa alegria no coração. Dia do Médico. Vejo o tempo passar! Naquele tempo as cidades brasileiras eram tranquilas porque os habitantes eram poucos. E o médico podia exercer a sua profissão com absoluta calma, conversando com os seus pacientes, auscultando com cuidado os pulmões de cada um e palpando o abdômen sem pressa. O médico tinha que usar as suas mãos, o seu cérebro e seu coração no acompanhamento dos doentes. Com o tempo as populações foram crescendo, as doenças aumentando, o povo empobrecendo, o SUS foi criado e hoje 80% da população brasileira depende dele para sua assistência médica. E o médico atualmente vive um grande sufoco, atendendo a muita gente, com remuneração insuficiente para cumprir sua obrigação de médico. De repente, chega essa terrível pandemia, perversa, uma verdadeira tragédia para a humanidade, causada por esse agressivo Coronavírus. E o grande herói dessa verdadeira catástrofe no Brasil tem sido o médico brasileiro, que de Norte a Sul do país se desdobra, fica exausto, passando horas e horas de plantão para atender multidões de aflitos que gemem, choram, sem poder respirar, angustiados e pedindo socorro. E dessa forma, os pacientes são distribuídos pelas UTIs, enfermarias e outros espaços. Muitos médicos faleceram contaminados pelo vírus. Apesar de todos esses esforços, o médico tem se destacado ao máximo, enfrentando toda sorte de dificuldades no sentido de salvar vidas preciosas e de humanizar a sua profissão.

A medicina vive literalmente do sofrimento humano e a força imanente de nossa profissão está no trato permanente com aquele que sofre. Dia 18 de outubro – Dia de São Lucas, o Padroeiro dos Médicos. Este grande santo exerceu a medicina 46 anos depois da morte de Jesus, de tal forma que ele não conheceu pessoalmente o Cristo. Todos os seus evangelhos foram escritos através de narrativas de várias pessoas relacionadas no Evangelho. Assim, caros colegas médicos brasileiros, vocês estão de parabéns. Continuem confiando em Deus e olhem sempre para frente, mantendo o seu otimismo, a sua fortaleza, a sua esperança, a sua paciência e o seu equilíbrio emocional, com a certeza de que com a sua fé, você é um médico vocacionado. Que a paz de Deus o acompanhe sempre e você se sinta feliz, fazendo as pessoas felizes. Mesmo com as mudanças dos tempos, dos costumes, dos hábitos, os brasileiros que tentam fazer o melhor pelo Brasil jamais serão esquecidos; aqueles que só fazem sujá-lo o vento leva. Há um ditado que diz: “As nuvens podem esconder uma estrela, mas as nuvens passam e a estrela fica”. Assim, é o caso de vocês, jamais serão esquecidos pelo trabalho grandioso que estão exercendo, consolando, confortando e salvando vidas.

Mais matérias
desta edição