app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5712
Opinião

Desmedido olhar

PASCHOAL SAVASTANO * A história da humanidade está repleta de frases célebres. Seus autores criaram a imagem de memoráveis pensamentos. Os acontecimentos da realidade voltam a relembrá-las para estabelecer comparações e aplicar verdades guardadas pelo te

Por | Edição do dia 04/04/2002 - Matéria atualizada em 04/04/2002 às 00h00

PASCHOAL SAVASTANO * A história da humanidade está repleta de frases célebres. Seus autores criaram a imagem de memoráveis pensamentos. Os acontecimentos da realidade voltam a relembrá-las para estabelecer comparações e aplicar verdades guardadas pelo tempo. A antiga Grécia exaltava o mais célebre de seus pintores, chamado Apeles, nascido na cidade da Lídia. Sua arte era rica em beleza e colorido. Retratava com viva intensidade várias figuras, sempre com excepcional maestria. Ele próprio julgava sublime e magnífica suas obras. Gostava de expor seus quadros em praça pública e ficava escondido atrás de suas telas para ouvir os comen-tários críticos sobre seus trabalhos. Era rigoroso consigo mesmo e procurava ouvir, sem se ofender, as críticas formuladas pelos vastos admiradores e diversificado público. Narra a história que em certa oportunidade um sapateiro, apreciador de seus quadros, descobriu um defeito na sandália de uma das figuras retratadas. O famoso pintor, sensível à crítica, procurou com grandeza de espírito, de imediato, corrigir o detalhe. No dia seguinte, o sapateiro, empolgado pelo reconhecimento de sua crítica, retornou para levantar imperfeições sobre outros detalhes estranhos ao seu ofício. O pintor Apeles não se conteve e o repreendeu severamente com a célebre frase “Neutor, ultracrepidam”. “Sapateiro, não passes do calçado”! Esta sentença ficou sendo usada para traduzir o comportamento das pessoas que gostam de julgar coisas que não estão ao seu alcance. Detalhes que fogem de sua profissão e do seu entendimento. A sucessão dos fatos sociais e individuais tem provado que a manifestação crítica ilimitada subverte o valor da parte de julgar. O equilíbrio de opi-nião soma critérios de sensatez e enseja o reconhecimento do mérito. Os provérbios latinos emprestam sabedoria à humanidade. O império sugestivo da citada frase se aplica a diferentes situações. Tanto às pessoas vaidosas que superestimam conhecimentos em relação aos outros como aos ousados observadores que ultrapassam seu nível de compreensão. Desde a antiguidade os olhares humanos revelam questionados sentimentos. (*) advogado OAB-AL

Mais matérias
desta edição