app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5718
Opinião

Doação de sangue não tira férias

.

Por Daynara Paiva Vilar - mestra em Medicina Tropical e Saúde Pública e professora de Biomedicina da Estácio | Edição do dia 20/12/2022 - Matéria atualizada em 20/12/2022 às 04h00

O sangue é essencial para tratamentos e intervenções urgentes e pode ajudar pacientes que sofrem de condições com risco de morte, além de apoiar procedimentos médicos e cirúrgicos complexos. Mas neste período do ano é comum que os estoques fiquem mais baixos nos centros responsáveis e hospitais. De acordo com dados de hemocentros do Brasil, os meses de férias de verão (dezembro e janeiro) registram os menores números de doações de sangue do ano. Isso ocorre durante os feriados de fim de ano, pois muitas organizações entram em férias e os possíveis voluntários estão ocupados com os preparativos das festas.

Não existe nada que substitua o sangue. Ele desempenha funções vitais para o nosso organismo, como levar oxigênio a todo o corpo e nos defender contra infecções. Todos os dias, diversas pessoas enfrentam situações em que é necessário receber sangue de doador ou algum tipo de hemoterapia para a sua sobrevivência. Por isso, é importante estimular este hábito.

Os estoques dos bancos de sangue de todo o País precisam estar constantemente abastecidos para atender tanto a quem estiver em situação de emergência, quanto quem necessita de sangue com frequência, e ainda para cirurgias. Mas algumas pessoas ainda têm medo ou preconceito com a doação de sangue. A desinformação é a maior geradora desse preconceito. Muitas pessoas têm medo de que o sangue retirado venha a afetar sua saúde. Existem alguns mitos que falam que a quantidade de sangue retirada afeta a saúde. Mas não é verdade! O volume coletado não ultrapassa 10-15% da quantidade de sangue que o doador possui. Esse volume é reposto naturalmente pelo organismo em até 24 horas após a doação. Também não existe o risco de contaminações durante a doação de sangue, todos os materiais utilizados são descartáveis e de uso único. Além disso, o procedimento para doação de sangue é simples, prático e rápido, muito parecido com uma coleta de sangue para exames médicos. O atendimento é feito por profissionais altamente capacitados que garantem a total segurança do doador. O local de coleta conta com todo o suporte e material necessários para que seja feita de forma adequada e segura, e para que o doador se sinta tranquilo e à vontade durante o procedimento. Todo sangue doado é separado em diferentes componentes (hemácias, plaquetas e plasma), podendo beneficiar mais de um paciente com apenas uma unidade coletada. Cada componente do sangue tem seu prazo de validade. As hemácias duram 35 dias; as plaquetas, 5 dias; e o plasma fresco congelado, de 12 a 24 meses. Doe sangue regularmente. Tem sempre alguém precisando de você!

Mais matérias
desta edição