app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5751
Opinião

EXPERIÊNCIA DE SUCESSO .

.

Por Editorial | Edição do dia 19/10/2023 - Matéria atualizada em 19/10/2023 às 04h00


Instituído ainda no primeiro mandato do Presidente Lula com o objetivo de integrar e unificar ao Fome Zero um conjunto de antigos programas assistenciais como o "Bolsa Escola", "Auxílio Gás" e o "Cartão Alimentação", nasceu, no início do governo Lula, o Bolsa Família completa esta semana 20 anos ainda dividindo opiniões. Atualmente, 24,14 milhões de famílias são contempladas.

Para o governo, o programa contribuiu para a superação da pobreza extrema, redução da mortalidade infantil, do trabalho infantil e da evasão escolar, além de ajudar a economia local. Os críticos, contudo, costumam apontar o caráter assistencialista e eleitoreiro, pois seria uma forma de o governo assegurar votos nas camadas mais pobres da sociedade.

Deixando de lado as paixões políticas, é possível ver o Bolsa Família como um programa assistencial, mas não assistencialista. Com um custo relativamente baixo – os recursos representam apenas 0,5% do PIB –, o Bolsa Família se tornou uma experiência bem sucedida.

Não se pode negar, portanto, a importância do programa para aqueles que não têm condições de se inserir no mercado de trabalho e também não podem esperar por mudanças em longo prazo. Afinal, quem tem fome tem pressa.

Mais matérias
desta edição