app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Opinião

Você sabia que é possível ter um encontro com Napoleão Bonaparte nos d

.

Por Mauro Condé - Ppalestrante, consultor e fundador do Blog do Maluco | Edição do dia 08/12/2023 - Matéria atualizada em 08/12/2023 às 04h00

“Um bom vinho? ... nas vitórias é merecido ... nas derrotas é necessário.” Napoleão.

Acabo de voltar de uma viagem rumo ao conhecimento, usando como meio de transporte excelentes superproduções.

Elas me levaram para a minúscula ilha inglesa de Santa Helena, em 1815, onde fui recebido por Napoleão Bonaparte, a quem fui logo pedindo:

Ensina-me algo que eu ainda não saiba e tenha o poder de mudar a minha vida para melhor.

-Acostume-se a tomar decisões difíceis para sua sobrevivência ... nunca espere por respostas definitivas, pois elas não existem. No lugar disto, combine muito bom senso com raciocínio lógico e um poder de ação e reação imbatível.

A tecnologia tornou possível nosso encontro com Napoleão nos dias de hoje, exatos 219 anos depois de seu nascimento, colocando-nos frente a frente com ele dentro de uma das muitas salas de exibição de cinema espalhadas pelo mundo.

Interpretado pelo ator Joaquin Phoenix, Napoleão revive nas telas os momentos mais marcantes de sua vida.

Guerreiro, general, imperador, gênio, louco, rebelde e tirano são alguns dos rótulos que melhor o definem dentro de uma perspectiva histórica.

Ele nunca se desesperava diante da presença de tropas inimigas e liderava pessoalmente todo o seu exército, e por isso conquistava a admiração e lealdade de seus comandados. Porém, milhões foram mortos durante suas guerras sangrentas.

Visionário e hábil estrategista, ele se considerava superior aos demais e sempre procurava estar vários passos à frente de seus inimigos para surpreendê-los quando se encontrassem.

Fã de Alexandre, o Grande e do Imperador César, procurou repetir seus passos conquistando a Itália, dominando o Egito e tomando a França, entre outros. Tinha um olhar de águia focado para o essencial nas suas conquistas.

Militar reservado, firme e decidido, era no entanto, um marido inseguro e preso a um relacionamento frágil e cheio de idas e vindas com Josephine, a mulher por quem foi apaixonado até a morte.

Até 1804, Napoleão governou como Cônsul e de 1804 até seu fim, em 1815, como Imperador.

Faça um tour cinematográfico pela história e entenda como Napoleão fez para sair do nada, conquistar tudo e acabar exilado numa minúscula ilha.

Mais matérias
desta edição