app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5752
Opinião

A �ustria e sua hist�ria

| LYSETTE LYRA * Já estive na Áustria diversas vezes, mas é sempre um prazer rever essa nação, cujo passado nos lembra suas cortes austeras, sua imponência, seu romantismo. O Império Austríaco já foi um dos mais importantes da Europa: forte e respeitado.

Por | Edição do dia 13/12/2005 - Matéria atualizada em 13/12/2005 às 00h00

| LYSETTE LYRA * Já estive na Áustria diversas vezes, mas é sempre um prazer rever essa nação, cujo passado nos lembra suas cortes austeras, sua imponência, seu romantismo. O Império Austríaco já foi um dos mais importantes da Europa: forte e respeitado. Suas fronteiras cada vez mais se ampliavam com a conquista dos países vizinhos. Polônia, os eslavos do norte, a Hungria, a Iugoslávia e parte da Itália foram anexadas ao Império. Em 1918, perdeu grande parte dos países que, ao decorrer da história, havia conquistado. Rompeu-se a monarquia austro-húngara, foi devolvida uma vasta região à Polônia; os eslavos do norte formaram um estado independente, a Tchecoslováquia; a Itália se apossou do Tirol; parte do sul da Áustria foi incorporada à Iugoslávia; e os membros alemães do Parlamento Imperial da Áustria, uniram-se numa assembléia, e formaram a Áustria Germânica proclamando o país independente. Depois de viver uma época de agitações políticas, o conselho estatal resolveu tomar o caminho da República democrática e livre. Em 1919, o Tratado de Saint German proibiu especificamente a anexação da Áustria à Alemanha. A nação encontrava-se numa séria crise econômica. Sua indústria não achava mercado, faltava alimento, a pobreza grassava. Tais acontecimentos levaram a nação ao desespero, sobretudo com a falência do principal estabelecimento bancário do país, o que arrastou a Europa Central a uma verdadeira hecatombe financeira. Em 1933, os nazistas pregavam abertamente a anexação do país à Alemanha. A Áustria aliou-se a Mussolini e assim conseguiu manter-se independente por algum tempo. Envolvida na conquista da Abissínia, a Itália esqueceu sua aliada. Em 1938 Hitler acabou por invadir a enfraquecida pátria que passou a pertencer oficialmente à Germânia. Os austríacos tiveram que lutar, na II Guerra Mundial, ao lado dos nazistas. Terminada a guerra, a Áustria foi desmembrada da Alemanha e ocupada pelas tropas das quatro potências aliadas sendo dividida em quatro zonas. Com o Tratado, do estado Austríaco, assinado em 1955, foi concedida a plena soberania da nação mais importante do centro da Europa, mas o grande Império havia se transformado numa pequena república empobrecida e sem importância. Com a ajuda de outros países europeus e enorme esforço, a Áustria conseguiu equilibrar sua economia. (*) É escritora.

Mais matérias
desta edição