app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Opinião

O ideal

| GILBERTO DE MACEDO * O ideal é a sublimação do desejo, constituído pelo conjunto de valores estabelecidos na mente, que atuam como meta a ser alcançada no curso do destino. É o estado mental de mais elevado conteúdo e o que há de melhor na pessoa com

Por | Edição do dia 14/12/2005 - Matéria atualizada em 14/12/2005 às 00h00

| GILBERTO DE MACEDO * O ideal é a sublimação do desejo, constituído pelo conjunto de valores estabelecidos na mente, que atuam como meta a ser alcançada no curso do destino. É o estado mental de mais elevado conteúdo e o que há de melhor na pessoa com vistas a sua realização pessoal, ou seja, a felicidade. Noutras palavras, é síntese dos mais valorosos anseios de uma pessoa em busca de realização do destino. Assim conservar esse ideal é manter a riqueza de sentimentos e pensamentos que dizem do enlevo pessoal. Significa preservar constante e firmemente a melhor forma de projeto existencial afirmativo das melhores qualidades pessoais. Quem possui um ideal não é derrotado, pois está sempre com disposição para lutar e alcançar a vitória. É, assim, a mais importante e representativa atitude humana, um estado de ânimo que se sobrepõe a todas adversidades. Jamais recua ou desiste. Mas sempre presente em todas os passos da existência. É sinal de saúde e sabedoria. Saúde emocional para não renunciar. Sabedoria da inteligência para descobrir o caminho. Produto dos sentimentos estruturados, do pensamento advertido e de vontade firme, por isso permite a plenitude individual. Desde o ideal do amor, que leva à completa realização sentimental, nessa conquista maior do ser humano. Ainda, o ideal da criatividade na busca da beleza, através da estética, nessa forma mais rica de atividade do espírito, posto que caracterizada pela originalidade. Ideal profissional quando apoiado na vocação, tendo em vista a satisfação auferida em determinada atividade vinculada à subsistência. E tanto mais que, sem esse atendimento estar-se-á sujeito a graves tensões do desajustamento no cotidiano de cumprimento das tarefas, determinando as doenças profissionais. Ideal pedagógico, na fase escolar, quando diz da afinidade do estudante por determinada matéria de aprendizagem. E que o ideal voltado para a mesma permite a dedicação ao seu estudo com gratificante entusiasmo, com válido aproveitamento e rendimento. Não se cansa do que gosta. Ideal intelectual de, levado pela preferência, dedicar-se à determinada forma de manifestação da inteligência, como realização pessoal, sem preocupação outra, inclusive de lucro financeiro, ou prestígio social. O intelectual está sempre disposto a realizar sua inspiração, procurando aperfeiçoá-la. Essa atividade ocorre como um tônico mental inesgotável. Outras formas de ideal existem, todas buscando realizar-se, para satisfação do agente individual. (*) É médico.

Mais matérias
desta edição