app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5728
Opinião

Como o mundo est� mudando!

| Milton Henio * Se não fosse descambar para o pessimismo, eu afirmaria que o mundo tem esquecido muita coisa... mas muita coisa boa. Porque na verdade a alma, o sentimento e o coração têm sido relegados a um plano inferior e, quando o coração emudece,

Por | Edição do dia 12/02/2006 - Matéria atualizada em 12/02/2006 às 00h00

| Milton Henio * Se não fosse descambar para o pessimismo, eu afirmaria que o mundo tem esquecido muita coisa... mas muita coisa boa. Porque na verdade a alma, o sentimento e o coração têm sido relegados a um plano inferior e, quando o coração emudece, as coisas boas fogem do mundo... Hoje é a vez das drogas, da violência nas grandes cidades, dos terríveis seqüestros que massacram o ser humano na solidão do pavor, dos atos terroristas que ameaçam o mundo. Até nossa querida Maceió, outrora tão pacata e acolhedora, transforma-se numa cidade em que seus habitantes começam a ficar preocupados com a onda de assaltos e violência praticados contra aqueles que querem viver em paz. A maldade humana está num crescimento assustador. Eu acredito que o instinto humano só é bem dirigido quando o cérebro e o coração estão igualmente equilibrados. A humanidade tem esquecido muitas coisas grandiosas, sem falar nos preceitos básicos dos mandamentos bíblicos e do Cristo. A humanidade tem esquecido a Verdade, o Bem e a Beleza. O homem julga-se infalível e eterno, esquece que a vida é uma passagem e atormenta-se quando sai dos seus limites. Pitágoras deu, há séculos, conselhos que parecem ter sido escritos ontem. Vejamos: “Cumpra o que prometeste / honra os teus pais e aos do teu sangue / escolhe teus amigos dentre os bons / ser amável nas tuas palavras e humilde nas tuas ações / a união faz a força / aprenda a ganhar e a gastar / se algo de bom fizer, alegra-te / aprenda a dominar os seus quatro inimigos (inveja, orgulho, preguiça e ódio)”. O homem do mundo moderno foge dessa paz interior. O ser humano mata o seu próximo com a maior naturalidade, pelo prazer de matar. Que mundo é esse onde o ódio e a violência dominam? O saudoso Papa João Paulo II, preocupado com os atos de terrorismo crescentes no mundo, disse: “A humanidade está diante de uma encruzilhada”. É verdade. A mente humana é um mistério insondável e pensar é uma experiência fantástica. Porém, quando esses pensamentos estão voltados para o mal, para um desassossego, podem criar o desespero, seja de que lado for, a situação fica preocupante. O destino da humanidade e sua felicidade dependem da resposta que o homem deve escolher. Esperamos que o mundo tenha paz. (*) É médico ([email protected])

Mais matérias
desta edição