app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Opinião

Envelhecendo e vivendo

MILTON HÊNIO * Ser eternamente jovem – eis o desejo universal. Embora todos saibam da inevitabilidade da velhice e da certeza da morte, sempre se sonhou, se sonha e se sonhará com uma solução que leve o homem e a mulher à eterna juventude. É certo que s

Por | Edição do dia 19/05/2002 - Matéria atualizada em 19/05/2002 às 00h00

MILTON HÊNIO * Ser eternamente jovem – eis o desejo universal. Embora todos saibam da inevitabilidade da velhice e da certeza da morte, sempre se sonhou, se sonha e se sonhará com uma solução que leve o homem e a mulher à eterna juventude. É certo que sempre se lastimou a velhice e a fugacidade da vida. Sempre se procurou a qualquer custo tornar a mocidade perene. Antigamente os velhos eram pouco numerosos, pois nada favorecia a longa vida. Hoje tudo favorece. Os pesquisadores, os clínicos, os geriatras, os gerontólogos, no mundo inteiro, estão atentos para proporcionar tanto ao homem como a mulher uma vida mais longa. No Brasil aumentou de modo considerável a média de vida do povo brasileiro nos últimos 30 anos. Hoje situa-se em torno de 67 anos. Houve uma conscientização de que sua vida está em suas mãos, só dependendo de você, de suas atitudes, de sua alimentação, de suas atividades físicas e do uso de sua mente para manter-se muito bem. O grande escritor Bernard Shaw há muito tempo já dizia: “A Juventude é coisa maravilhosa! Que pena deixá-la esvaziar pelos jovens”. Charles Chaplin, um dos maiores artistas que o mundo já conheceu ocupava todo o seu tempo com danças, compondo, conversando, lendo e amando e dizia aos que lhe interrogavam sobre sua jovialidade: “Meu amigo, dedico todo o meu tempo com esse objetivo”. Atualmente, há uma verdadeira parafernália de revistas, filmes, cremes, academias, spas e tudo que pode influenciar, principalmente as mulheres, para a manutenção da juventude. Os laboratórios e as editoras ganham bilhões de dólares todos os anos com a produção de novos medicamentos e livros que ensinam como controlar o apetite e provocar o emagrecimento. Os cirurgiões plásticos ganham fortunas ajeitando o que as mulheres consideram exagero em seus corpos, culotes, pregas nos olhos, nas pálpebras, no pescoço e etc. Ajeita nariz para um lado, aumenta o seio do outro, contanto que dê felicidade as pessoas que acham que assim deve ser feito. Entretanto, sabemos que a ciência está a serviço do homem. Se você porém conserva suas rugas, pelancas e a barriga crescida e assim está satisfeito, fique com elas. A batalha é contínua. Mete-se em drásticos regimes, muitas vezes exercícios exagerados, porém a mente confusa não permite que o organismo mantenha a jovialidade desejada. Para se conseguir envelhecer bem e feliz é preciso alegria no coração. A tristeza, o sentido de solidão, a depressão, são obstáculos a esta jovialidade. Não há vacina, nem pílula, nem creme, nem cirurgia plástica que previna essa causa; ela é tóxica, ela é responsável pela ruína da pele. Inimiga de qualquer homem ou mulher a tristeza é erva má. Arranque-a pela raiz e em seu lugar coloque a alegria. Só assim, você poderá manter a jovialidade desejada. A busca da eterna juventude é uma eterna busca, tão antiga, que data por certo da aparição do primeiro velho na terra. O mais famoso de todos os desesperados foi, por certo, Fausto, que vendeu a alma a Mefistófeles em troca da juventude. O Elixir da Longa Vida inventado por Arnold de Vileneuve criou fama com este nome até hoje. Portanto, as perspectivas são de que no ano 2015 a média de vida do brasileiro chegará a 80 anos. Vamos então batalhar por um envelhecer cheio de vida, com brilho nos olhos, no sorriso, na desenvoltura. Isso significa amor à vida. (*) É MÉDICO E ESCRITOR

Mais matérias
desta edição