app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Opinião

Viver estressado

| Milton Henio * Ontem foi comemorado o Dia Mundial de Combate ao Câncer. Entre as inúmeras hipóteses responsáveis pelo surgimento dessa terrível doença, o estresse é uma das mais aceitáveis como um fator desencadeante. A incidência do câncer tem sido al

Por | Edição do dia 09/04/2006 - Matéria atualizada em 09/04/2006 às 00h00

| Milton Henio * Ontem foi comemorado o Dia Mundial de Combate ao Câncer. Entre as inúmeras hipóteses responsáveis pelo surgimento dessa terrível doença, o estresse é uma das mais aceitáveis como um fator desencadeante. A incidência do câncer tem sido alarmante no Brasil. Nunca se ouviu tanto esta frase como agora: “Estou exausto”. É que o excessivo trabalho físico aliado ao grande volume de preocupações, desgasta muito o organismo. O psiquiatra canadense Hans Selye, que adotou o termo stress, ensina que assim como no trânsito se acende um sinal vermelho para interromper o fluxo de veículos, é necessário que o indivíduo também acenda um sinal vermelho e bem luminoso para frear a vida em seu fluxo de preocupações. Contrariedades em excesso, trabalho além dos limites, compromissos econômicos além das possibilidades, desgaste emocional, representam um verdadeiro fermento para um bolo de complicações orgânicas. Nenhum organismo agüenta muito tempo às agressões que lhe são impostas. Tem gente que quer abarcar o mundo com as mãos e para tanto se alimenta correndo, a cabeça sempre pensando em números, dormindo mal, pensando no dia de amanhã. São como aquele galo que cantava quando o sol nascia e convenceu-se que o sol nascia porque ele cantava. Até que cansou de cantar e morreu. Para driblar as tensões que fazem da vida um desespero, o indivíduo tem de ter como criança a hora do recreio, e nesse tempo procurar repouso e lazer. Em qualquer profissão temos dias cheios de problemas, decepções, conflitos e frustrações. A vida é uma mistura de choros e risos. A sabedoria está em você, caro leitor, saber dosar suas atividades nesta caminhada terrena. “A vida é mais importante que os meios de ganhá-la. E há gente que pensa estar ganhando a vida, ganhando a morte”. Essa frase filosófica foi de um escritor chamado James Hilton. Infelizmente há pessoas que sofrem de preocupação crônica e ficam sem saber porque a pressão está sempre alta. Vamos usar para driblar as tensões de cada dia os métodos usados pelo célebre Carlitos, o famoso Charlie Chaplin, cujos filmes inesquecíveis fez a humanidade rir e chorar. Dizia ele: “Exalto a capacidade de receber à noite, o meu sono e meus sonhos. Bebo pouco e bons vinhos antes de dormir. Jogo os meus problemas todos para o outro dia. Danço todos os dias nem que seja sozinho, exercitando os músculos e alimentando a alma com uma boa música executada por um grande violino”. Assim, faça você meu amigo e, com certeza, chegara aos 80 ou 90 anos tranqüilamente. (*) É médico ([email protected]).

Mais matérias
desta edição