app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Opinião

O talento

| Gilberto de Macedo * É a capacidade intelectual de mais facilmente e melhor solucionar os problemas, inventar e criar nas formas de realidade, enunciar novas idéias e sistemas de pensamento. É a riqueza do espírito. Fonte de criatividade nas artes, de

Por | Edição do dia 25/01/2007 - Matéria atualizada em 25/01/2007 às 00h00

| Gilberto de Macedo * É a capacidade intelectual de mais facilmente e melhor solucionar os problemas, inventar e criar nas formas de realidade, enunciar novas idéias e sistemas de pensamento. É a riqueza do espírito. Fonte de criatividade nas artes, de clareza na pesquisa científica, e de lógica na razão filosófica. Constitui-se pela atividade conjugada da imaginação, inteligência e raciocínio, ao nível superior das faculdades mentais. Daí a oportunidade de Joaquim Nabuco dizer: “A ferramenta é nada, o talento é tudo”. Pois o talento é para tudo, inclusive as atividades primárias da ação muscular às mais complexas do nível mental. Sem talento seria apenas autoritarismo repetitivo, tipo de prática automática. Uma ferramenta manipulada em talento rende mais e melhor que muitas manejadas sem discernimento. Isso no campo material, prático. Na esfera intelectual não dá, nem mesmo para comparativas, tal a distância da presença e da ausência do talento. A dimensão do intelectual é dada pelo seu talento. Por mais leitura que se faça e, por mais leitura que se escreva, sem talento, não há originalidade. E sem originalidade é só mediocridade. Não há beleza que é dada por novas formas, não há contribuição que é dada por novas idéias no texto. É só repetição, cópia, que não tem valor estético que é criatividade. Aqui o talento é tudo. Como diz o poeta Paul Valéry: “O talento sem gênio é pouca coisa. O gênio sem talento não é nada”. Pois ainda, talento é realizar as coisas com originalidade, clareza e veridicidade. É sempre uma contribuição estética, ao estilo, e ao pensamento. Ilumina a obra de arte com harmonia dos traços estéticos, com as sintonias dos sons, com a visão das cores, com o sentido das idéias, com o discurso das palavras, e com o significado do pensamento. Nele, enfim, estão conjugados harmonicamente, imaginação, inteligência, e lógica. A imagem da beleza trazida pela imaginação adquire coerência pela inteligência, e sensatez criteriosa pela lógica. Daí sua rica complexidade intelectual, que faz de incomparável necessidade na vida em todas suas esferas e, sobretudo, no plano intelectual. O talento diz da qualidade do intelecto. É um atributo pessoal de extraordinária importância. (*) É médico.

Mais matérias
desta edição