app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Opinião

Descobrir no sil�ncio a palavra

| Cônego Henrique Soares * “Quem possui a palavra de Jesus, este em verdade, pode ouvir o seu silêncio, a fim de ser perfeito”. Esta encantadora afirmação de Santo Inácio de Antioquia, bispo e mártir do século 1, é capaz de dizer-nos muito ainda hoje. E

Por | Edição do dia 27/01/2007 - Matéria atualizada em 27/01/2007 às 00h00

| Cônego Henrique Soares * “Quem possui a palavra de Jesus, este em verdade, pode ouvir o seu silêncio, a fim de ser perfeito”. Esta encantadora afirmação de Santo Inácio de Antioquia, bispo e mártir do século 1, é capaz de dizer-nos muito ainda hoje. Estamos acostumados a buscar o Senhor na sua Palavra. Obviamente, Palavra do Senhor são as Escrituras Santas. Mas, palavras do Senhor para nós é também tudo quanto nos acontece e faz divisar a presença de Deus que conduz a nossa vida. Dizemos que Deus nos falou quando conseguimos entrever um sentido na realidade a nossa volta. Isso já é um grande passo: poder dizer: “Tudo me fala de ti...” Mas, e quando tudo parece sem sentido? Eis a ocasião para um passo maior: quando não compreendemos, quando tudo é noite fechada, silêncio de Deus; quando, angustiados, exclamamos: “Onde está Deus?” Também aí, é necessário aprender a escutar Aquele que nos fala na Palavra e nos fala no Silêncio: “Quem possui a palavra de Jesus, este em verdade, pode ouvir o seu silêncio, a fim de ser perfeito” – este o sentido da frase de Santo Inácio. Quando escreveu tal pérola preciosa, ele mesmo estava sendo levado para Roma para ser jogado às feras. Ele foi perfeito, pois soube escutar o Senhor na Palavra e no tremendo Silêncio. A escuta perseverante da Escritura Sagrada, a oração silenciosa, a prática piedosa dos sacramentos, a capacidade de calar o coração nos diversos acontecimentos da existência. Tudo isso vai nos ensinando a compreender a linguagem de Deus que envolve também o momento silencioso da cruz e da sepultura do Cristo. Jesus Cristo falou-nos pela palavra de seus discursos e milagres. Mas também nos falou eloqüentemente no silêncio da sexta-feira santa e do grande sábado da sepultura. Um dos grandes desafios dos cristãos de hoje é saber colher a Palavra do Senhor precisamente no seu Silêncio. Todo mundo – até os pagãos – falam de Deus quando ficam curados, quando realizam um desiderato. Mas, e quando nada dá certo? E quando vêm o tsunami e o fracasso? Que serviço inestimável ao mundo aprender a colher a Palavra do Salvador nesses pesados silêncios e comunicá-la, como luz e esperança ao superficial e agitado mundo de hoje! Aliás, de um modo ou de outro, foi sempre essa uma das mais nobres tarefas dos cristãos. “Quem possui a palavra de Jesus, este em verdade, pode ouvir o seu silêncio, a fim de ser perfeito”. Que o Cristo, nosso Deus, nos faça perfeitos, cristãos maduros, capazes de ouvi-lo nos silêncios que o 2007 vai nos preparando! (*) É sacerdote e professor de Teologia.

Mais matérias
desta edição