app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Opinião

A importância da palavra .

.

Por MILTON HÊNIO - médico e membro do Conselho Estratégico da Organização Arnon de Mello | Edição do dia 06/01/2024 - Matéria atualizada em 06/01/2024 às 04h00

Na longa estrada do tempo, a força verbal da palavra tem sido a arma mais poderosa de conquista no domínio do espírito humano. Com seu poder ganhou batalhas e construiu impérios; foi a semente de cujas raízes prosperaram o ideal democrático e os direitos individuais do homem.

É bíblico: a palavra é tudo e tudo pode. Foi ela a gênese de todas as coisas quando Deus criou, com o verbo, os céus e a terra. Com ela e por intermédio dela, o homem conversa com a terra e dialoga com o Criador.

A palavra por mais simples que seja tem um valor inestimável. É o principal elemento de comunicação entre os indivíduos e tem poderes surpreendentes, sendo capaz de motivar, levantar, emocionar, aproximar, decepcionar, magoar, afastar e derrubar. Dependendo do que e de como falamos, podemos tanto agradar quanto desagradar quem nos ouve. Por isso, é importante ter muito cuidado com o que fala. A má palavra é terrível para ferir. Ao contrário, uma palavra boa engrandece, une, transmite afeto.

As palavras não saem da nossa boca por vontade própria. Elas partem de um comando que têm início em nosso cérebro. Isso quer dizer que tudo aquilo que proferimos corresponde a um pensamento. Às vezes, ele é tão rápido e emotivo que nos arrependemos quase que instantaneamente daquilo que dissemos. Infelizmente, há pessoas que se especializam em más palavras.

Nada existe de melhor do que a palavra do médico quando conforta, consola, é solidário na dor do seu paciente. A palavra do médico em todas as épocas é o remédio preferido dos doentes e que não vende em nenhuma farmácia. Dessa forma, seja o piloto de sua vida. Com a palavra proferida ganharás terreno se a semente plantada for produtiva. Se os pais soubessem o valor da palavra na educação dos filhos e os tratassem com palavras e gestos de grandeza, talvez o mundo fosse melhor. A vida é um dom maravilhoso.

A sabedoria está em escolher cuidadosamente as palavras que iremos usar. Pense antes de falar e avalie se suas palavras são sensatas e bem fundamentadas. Evite a impulsividade e reflita sobre como suas palavras serão recebidas pelos outros.

Portanto, meu caro amigo e leitor, use a palavra para distribuir amor pelas estradas da vida e, com certeza, você será muito feliz em 2024.

Mais matérias
desta edição