app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5656
Opinião

Construtores XXV .

.

Por Laurentino Veiga – ex-professor do Cesmac | Edição do dia 10/01/2024 - Matéria atualizada em 10/01/2024 às 04h00

Elias Passos Tenório, nascido na bucólica Quebrangulo (06.03.1933), terra do Mestre Graça, bacharelou-se em Geografia, História pela Faculdade de Filosofia de Alagoas, licenciou-se em Geografia - História, escolhendo o Magistério como missão. Tive a alegria de conviver vários anos quer como funcionário da UFAL, quer como Professor Titular de Economia no CESMAC. Altivo, prestador de relevantes serviços ás instituições. Irmão da talentosa médica Edleusa Passos Tenório e do engenheiro agrônomo Edvan Passos Tenório.

Professor titular de História Geral e do Brasil, Geografia Geral e do Brasil no Colégio Guido de Fontaglland (1957 - 1967), bem como do Colégio estadual de Alagoas, membro do Conselho Deliberativo da Fundação Educacional de Maceió, do Conselho Municipal de Maceió, membro do Conselho Técnico Consultivo da Escola Técnica Federal de Alagoas. E ainda, Diretor e fundador do Colégio Crispiniano Portal, Diretor do Ginásio Municipal Judith Paiva (Rio Largo), Secretário Geral do Colégio Guido de Fontgalland, Secretário do Colégio Estadual de Alagoas, Secretário da faculdade de Educação da Universidade Federal de Alagoas, diplomado pela ADESG –AL, Sócio efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas.

Por outro lado, exerceu as funções de Diretor do Museu de Arte Sacra do Estado de Alagoas (1999), Diretor da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Maceió (FAFIMA), Diretor do Centro Universitário Instituto Superior de Educação (CISE), CESMAC (1999). Com essa larga folha de bons serviços, fora recipendiário dos Títulos de Cidadão de Maceió, Marechal Deodoro (1999), Medalha Comemorativa dos 150 Anos da Independência do Estado de Alagoas, Ordem do Mérito dos Palmares (1984) e Medalha Graciliano Ramos. O Professor Elias Passos Tenório, sem nenhum favor, tornou-se referência no Ensino Superior de Alagoas. Influenciou gerações com sua bagagem intelectual. Fez valer sua verve para deixar marcas indeléveis que a poeira do tempo não conseguirá apagar. Discípulo do Pe. Teófanes cumpriu à risca seus ensinamentos.

Mais matérias
desta edição