app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Opinião

Primeiro passo .

.

Por Editorial | Edição do dia 13/01/2024 - Matéria atualizada em 13/01/2024 às 04h00

Dados preliminares de satélite divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o Inpe, mostram que o desmatamento na Floresta Amazônica em 2023 caiu pela metade em relação ao ano anterior, atingindo o nível mais baixo desde 2018. A área desmatada no ano passado atingiu 5.153 quilômetros quadrados, uma queda de 49,9% na comparação com 2022.

Somente em dezembro, segundo dados do Inpe, o desmatamento caiu 23% em relação ao ano anterior, para 176,8 quilômetros quadrados.

Esse resultado pode ser atribuído a uma série de fatores, incluindo o aumento da fiscalização do Ibama, que emitiu 106% mais autos de infração no período; a pressão internacional por ações contra o desmatamento; e mudança da política do governo brasileiro, que passou a dar mais importância à preservação ambiental.

Não há dúvida de que se trata de uma notícia animadora. Em eventos internacionais, o Presidente Lula assumiu o compromisso de acabar com o desmatamento ilegal até 2030. É uma meta ambiciosa, mas os números mostram que o primeiro passo já foi dado..

Mais matérias
desta edição