app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5656
Opinião

Construtores XXVIII .

.

Por Laurentino Veiga – ex-professor do Cesmac | Edição do dia 30/01/2024 - Matéria atualizada em 30/01/2024 às 04h00

“Cultivai o amor e o saber! Bem sabemos que a tarefa é árdua e sofrida; a caminhada longa e sem fim; os obstáculos, cruéis e imprevisíveis” - Doutor Aurino Malta de Oliveira. Nasceu na bela Maceió no dia 5 de setembro de 1931. Bacharelou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela então Faculdade de Direito de Alagoas (1957). Professor de Direito Processual Penal da Faculdade de Direito, CESMAC e de História do Brasil do Colégio Guido de Fontagalland. Participou do Congresso de Direito do Trabalho (1979), do Congresso Nacional de Procuradores de Estado (1983), I Seminário de Estudo do Novo Código Penal (1974), Simpósio para Reforma da Organização Judiciária de Alagoas (1984).

Procurador de Estado, nomeado mediante CONCURSO (1981), Presidente da OAB-AL por duas vezes (1976-1981). Ainda, como Presidente da OAB-AL, adquiriu por compra o prédio onde hoje se acha instalado à praça Bráulio Cavalcante. Hoje, a OAB-AL funciona em Jacarecica. Durante a sua gestão à frente da OAB-AL, promoveu inúmeros congressos, simpósios e seminários com as presenças dos jurisconsultos, a saber: Pontes de Miranda, Washington de Barros, Mozart Victor Russomano, Orlando Gomes, Justino Vasconcelos, Paulo Brossard, Miguel Seabra Fagundes, Raymundo Faoro, Gilton Garcia, Sepulveda Valente, Eduardo Fagundes, Hermane Baetas, Humberto Gomes de Barros e tantos outros renomados.

Exerceu o cargo de Assistente Jurídico da Secretaria de Administração e dos Negócios Municipais, Departamento Central, Secretaria de Educação e Cultura (1971). Fora, também, Delegado de polícia, nomeado para exercer em comissão o cargo. Imprimindo uma gestão humanizada, garantindo o Estado Democrático de Direito. Por outro lado, exerceu outras atividades: Curso de Extensão Universitária (1967), Sétimo Seminário Educação (1968), Conferência Nacional dos Advogados do Brasil (1980). Doutor Aurino Malta teve, sem favor nenhum, lugar de destaque no seio da sociedade alagoana.

Mais matérias
desta edição