app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Polícia

Capturado mais um suspeito do assassinato de produtor

O delegado Tarcísio Vitorino, da cidade de Marechal Deodoro, informou, ontem, que Erílio da Silva Santos, 33, foi preso em Penedo, sob acusação de ser o quarto elemento que participou da execução do produtor cultural Gustavo Guilherme Pontes Leite, 39,

Por | Edição do dia 04/09/2002 - Matéria atualizada em 04/09/2002 às 00h00

O delegado Tarcísio Vitorino, da cidade de Marechal Deodoro, informou, ontem, que Erílio da Silva Santos, 33, foi preso em Penedo, sob acusação de ser o quarto elemento que participou da execução do produtor cultural Gustavo Guilherme Pontes Leite, 39, que teve o cadáver encontrado às 9h10 do dia 28, em um matagal próximo ao pólo. Para Tarcísio Vitorino, a prisão pode levar a polícia a esclarecer definitivamente o assassinato de Gustavo. Segundo policiais que trabalham no caso, Erílio da Silva Santos teria sido visto na companhia de Ronaldo Santos Silva, Ronaldo Tavares e José Antônio dos Santos, também presos sob acusação ter ligação com o crime. Erílio, segundo a autoridade policial, teria sido visto também na companhia de Gustavo Guilherme no Bar da Vânia, na cidade de Piaçabuçu. E também no Bar do Kelé, o que leva a polícia a acreditar que ele teria participado do crime. “O fato novo no caso é sem dúvida a prisão de Erílio. No entanto, essas pessoas estão na condição de suspeitas. Aliás, em depoimentos elas já negaram o crime, mas afirmam que conheciam o cidadão executado. Vou à cidade de Penedo e Piaçabuçu com o objetivo de coletar mais informações sobre o crime”, relata o delegado. Na manhã de ontem, ele ouviu as duas pessoas que encontraram o cadáver de Gustavo. Mas como medida de segurança não pôde revelar nomes e nem detalhes da forma como o cadáver foi achado.

Mais matérias
desta edição