app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5712
Polícia

Vendedora denuncia na pol�cia ter sido espancada por inquilino

A vendedora ambulante Francisca Conceição da Silva, 24, denunciou ter sido vítima de agressão praticada por três pessoas, segundo ela, por volta das 17h20 do último domingo, no bairro da Pitanguinha. Francisco disse lembrar-se apenas do nome de José An

Por | Edição do dia 17/09/2002 - Matéria atualizada em 17/09/2002 às 00h00

A vendedora ambulante Francisca Conceição da Silva, 24, denunciou ter sido vítima de agressão praticada por três pessoas, segundo ela, por volta das 17h20 do último domingo, no bairro da Pitanguinha. Francisco disse lembrar-se apenas do nome de José André, que é filho de um casal que reside em uma casa de sua propriedade. A vítima, que foi submetida a exame de corpo de delito, no Instituto Médico Legal Estácio de Lima, afirmou ter ido até a residência onde residem os “agressores”, pedir que o imóvel fosse desocupado, alegando seu desejo de voltar a residir no mesmo. “Fiquei na porta e pedi para conversar com eles. Mas, logo de cara, fui maltratada e decidi ir embora. No meio do caminho o André me pegou pelos braços enquanto que o casal passou a me agredir com chutes e pontapés. Tive que me fazer de forte para sair porque senão teria tido maiores problemas. E veja, somente porque eu fui pedir o que é meu”, denunciou a vendedora ambulante, que registrou queixa na delegacia do 7º Distrito Policial e espera que os “agressores” sejam chamados à responsabilidade. Francisca relatou que a casa é de propriedade de sua mãe, mas ela administra o aluguel e que quer apenas o imóvel de volta. Disse também que não se trata de atraso de pagamento. “Não é isso. O contrato com os inquilinos terminou e minha mãe não quer renovar. Queremos a casa de volta. Ou não temos este direito?”, pergunta a doméstica.

Mais matérias
desta edição