app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Polícia

L�der comunit�rio denuncia amea�as de morte por pol�ticos

O prefeito comunitário do complexo residencial Benedito Bentes, Silvânio Barbosa, denunciou, ontem pela manhã, que vem recebendo, há pelo menos dois meses, através de seu telefone celular e do telefone da prefeitura, ameaças de morte provenientes de qu

Por | Edição do dia 20/09/2002 - Matéria atualizada em 20/09/2002 às 00h00

O prefeito comunitário do complexo residencial Benedito Bentes, Silvânio Barbosa, denunciou, ontem pela manhã, que vem recebendo, há pelo menos dois meses, através de seu telefone celular e do telefone da prefeitura, ameaças de morte provenientes de quatro líderes comunitários do bairro e cooptados por vereadores e deputados estaduais - com base política no bairro - e interessados em macular sua imagem junto à comunidade, onde atua como líder comunitário. Ele conta que, além das ameaças através do telefone da Prefeitura Comunitária, sua residência passou a ser “vigiada” por pessoas não identificadas que trafegam num veículo Uno, de cor preta, e placa MUP 4312/AL. Ainda na última sexta-feira, conta Silvânio Barbosa, arrombaram vidraças da Prefeitura Comunitária e roubaram documentos do escritório. “Marginais também arrombaram meu veículo e, num dos bancos, deixaram bilhetes com afirmações de que eu estaria marcado para morrer”, denuncia. Silvânio Barbosa afirma ainda que anda acompanhado de dois seguranças cedidos pelo poder público e que, mesmo assim, “marginais a serviço de vereadores e deputados” não deixaram de invadir e tentar estuprar a secretária da prefeitura comunitária do complexo residencial. “Rasgaram sua roupa e por muito pouco não consolidaram o estupro. Comuniquei o fato à PM e passei a contar com o apoio de mais um policial”, afirma o líder comunitário. Ele credita a origem das ameaças de morte a líderes comunitários com atuação no complexo e ligados politicamente a vereadores e deputados estaduais. “Tenho conversa gravada com um desses líderes segundo o qual eu sou o principal alvo a ser eliminado na região para não atrapalhar projetos políticos de vereadores e deputados com atuação na região”, reforça o líder comunitário. Diante das ameaças, Silvânio Barbosa promete denunciar ao Ministério Público e à Ordem dos Advogados do Brasil, ainda esta semana, o líder que lhe revelou. “Vou pedir providências para que investiguem o caso e punam os políticos interessados em inibir meu trabalho junto à comunidade do Benedito Bentes”, completa.

Mais matérias
desta edição