app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Polícia

Disque-racismo j� tem 42 casos

O presidente da Comissão de Defesa das Minorias Étnicas e Sociais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AL), Alberto Jorge Ferreira dos Santos, disse que desde quando foi instalado o serviço de denúncia ao racismo, o Disque-Racismo, já foram registradas 4

Por | Edição do dia 22/02/2002 - Matéria atualizada em 22/02/2002 às 00h00

O presidente da Comissão de Defesa das Minorias Étnicas e Sociais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AL), Alberto Jorge Ferreira dos Santos, disse que desde quando foi instalado o serviço de denúncia ao racismo, o Disque-Racismo, já foram registradas 42 ocorrências. Desse total, 21 casos estão sendo apurados em parceria com o Ministério Público Estadual e 12 já foram encaminhados para a Justiça; nove processos foram arquivados por falta de prova testemunhal. Excluídos “Racismo é crime e deve ser denunciado, mas é imprescindível haver a prova material do crime”, frisou o advogado, lembrando que a discriminação às minorias sociais, em geral, como aos homossexuais, por exemplo, também constitui crime e deve ser denunciada. O assunto foi debatido ontem, no auditório da Reitoria, com participação de representantes de diversas Ongs que trabalham com segmentos sociais que são historicamente excluídos da sociedade tradicional, além de lideranças do Ministério Público e das secretarias de Justiça e de Projetos Especiais, que vão lançar no dia 5 de março o disque-denúncia a nível do Estado.

Mais matérias
desta edição