app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Polícia

Jovem � assassinado no Feitosa com quatro tiros

Edvaldo Márcio da Silva, 25, conhecido como “Pita”, foi assassinado, por volta das 7h30 desse sábado, com quatro tiros de revólver, defronte à sua residência, localizada na Travessa Santo Antônio, no bairro do Feitosa. Seu irmão Djair Silva dos Santos,17

Por | Edição do dia 22/09/2002 - Matéria atualizada em 22/09/2002 às 00h00

Edvaldo Márcio da Silva, 25, conhecido como “Pita”, foi assassinado, por volta das 7h30 desse sábado, com quatro tiros de revólver, defronte à sua residência, localizada na Travessa Santo Antônio, no bairro do Feitosa. Seu irmão Djair Silva dos Santos,17, que saiu de casa quando ouviu os disparos, foi atingido com um tiro no tórax. Segundo informações de médicos da Unidade de Emergência Armando Lages (UE), Djair Silva foi atingido com um tiro de raspão, e está sob observação médica. Conforme informações de Djair Silva, que se encontrava numa maca no pronto-socorro, Edvaldo teria envolvimento com drogas. Ele acredita que pessoas, também viciadas em drogas, tenham praticado o assassinato. Djair explicou que seu irmão estava saindo de sua casa para levar um balde de água a uma casa vizinha, quando de repente foi morto a tiros por vários elementos. O irmão da vítima fatal disse que somente saiu de sua casa por causa do barulho dos tiros disparados. “Fui observar o ocorrido e acabei sendo atingindo com um tiro”, ressaltou. Ele salientou, ainda, não ter visto os elementos que executaram Edvaldo Márcio. “Eles atiraram contra mim, de uma forma que ficou impossível identificá-los”, explicou. A polícia começou a investigar o caso, mas ainda não tem pista dos assassinos.

Mais matérias
desta edição