app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Polícia

Pol�cia Civil desarticula tr�s gangues e prende 15 pessoas

Em menos de 24 horas, a Polícia Civil prendeu três quadrilhas que vinham atuando em Maceió. A primeira, composta por oito baianos, foi capturada em uma residência localizada na Rua Gustavo Adolfo, 154, na Serraria, pelo delegado Jobson Cabral de Santana.

Por | Edição do dia 23/02/2002 - Matéria atualizada em 23/02/2002 às 00h00

Em menos de 24 horas, a Polícia Civil prendeu três quadrilhas que vinham atuando em Maceió. A primeira, composta por oito baianos, foi capturada em uma residência localizada na Rua Gustavo Adolfo, 154, na Serraria, pelo delegado Jobson Cabral de Santana. A segunda foi descoberta pelo delegado Flávio Saraiva e tinha como base a Praia do Francês. Já a terceira, que agia no Benedito Bentes, tinha quatro integrantes e foi desarticulada pelo delegado Jair Macário. Foram presos em flagrante os estelionatários José Augusto Noto dos Santos, 29, Luiz Marcelino de Araújo, 40, Fábio Silva Santos, 26, Gilmar Brito Melo da Silva, 19, Daniela Cícera Rodrigues da Silva, 18, Ana Patrícia dos Santos Castilho, 19, Patrícia Ferreira Tizoto, 24, Alane Guilherme da Silva, 20, e a menor SN, 15. Com o grupo a polícia apreendeu 14 celulares, 35 cédulas de idades falsas, talões de cheques e três carros supostamente roubados. A quadrilha que estava em Maceió acerca de um ano montou um escritório que financiava a venda de motos, carros e computadores. Mas os compradores nunca recebiam a mercadoria. A polícia acredita que os elementos deram um golpe em torno de 50 mil reais. Alguns dos presos têm passagem pela polícia do Estado da Bahia. “A verdade é que se trata de uma quadrilha que estava bem estruturada para aplicar seus golpes”, explica Cabral de Santana. A Polícia Civil acredita que a gangue deve ter mais componentes e que mais golpes devem ter sido aplicados em Maceió, sobretudo, com a venda de veículos que nunca eram vistos pelos compradores lesados pela organização criminosa.

Mais matérias
desta edição