app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Polícia

Governo manda desarmar integrantes da Pol�cia Civil

O secretário de Defesa Social, Antônio Arecippo, conforme portaria nº 463-GS – 2002, publicada na edição de ontem, do Diário Oficial, determina que os policiais civis que usam as armas do Estado façam a devolução das mesmas ao órgão de segurança do Estado

Por | Edição do dia 03/10/2002 - Matéria atualizada em 03/10/2002 às 00h00

O secretário de Defesa Social, Antônio Arecippo, conforme portaria nº 463-GS – 2002, publicada na edição de ontem, do Diário Oficial, determina que os policiais civis que usam as armas do Estado façam a devolução das mesmas ao órgão de segurança do Estado. As armas cauteladas a pedido devem ser entregues ao delegado Egivaldo Lopes de Messias, no prazo determinado pela Secretaria de Defesa Social. Antônio Arecippo decidiu adotar esta medida por entender que há carência de armamento em alguns setores da Polícia Civil e que alguns servidores possuem mais de uma arma em seu poder. Ele quer após o recolhimento distribuir o armamento de forma eqüitativa. O policial civil Carlos Jorge Rocha, presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sindpol), considera a portaria do secretário um ato de revanchismo por conta do sucesso da greve e que ele, como medida antipática, está literalmente desarmando a Polícia Civil em Alagoas. “Dezenas de companheiros não têm arma porque ganha salário de miséria. Agora vão ficar desarmados e sem ter como combater a onda de violência que se instalou em Alagoas”, alerta. Durante toda a manhã de ontem foi grande a movimentação de policiais civis preocupados com o que pode acontecer com eles a partir do momento em que devolverem as armas para a Secretaria de Defesa Social. A portaria do secretário será discutida em reunião a ser agendada pela categoria até o final desta semana, na sede da entidade de classe.

Mais matérias
desta edição