app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Polícia

Secretaria de Defesa Social recebe 233 armas

A Secretaria de Defesa Social recebeu ontem um lote de 108 carabinas, 85 pistolas e 40 metralhadoras, que serão distribuídas às polícias Civil e Militar. A compra das armas custou cerca de R$ 520 mil, recursos repassados pelo Ministério da Justiça atra

Por | Edição do dia 10/10/2002 - Matéria atualizada em 10/10/2002 às 00h00

A Secretaria de Defesa Social recebeu ontem um lote de 108 carabinas, 85 pistolas e 40 metralhadoras, que serão distribuídas às polícias Civil e Militar. A compra das armas custou cerca de R$ 520 mil, recursos repassados pelo Ministério da Justiça através do Plano Nacional de Segurança Pública. Com relação às armas adquiridas à Indústria Beretta, Itália, o secretário Antônio Arecippo informou que elas chegam a Alagoas dentro dos próximos 20 dias. A demora na entrega dessas armas provocou polêmica dentro do governo, com críticas ao ex-secretário Mário Pedro, que pagou antecipadamente pelas armas, que até agora não foram enviadas pela fábrica italiana. Em entrevista ao programa policial da RÁDIO GAZETA, Arecippo disse apenas que a SDS aguardava para os próximos 20 dias a chegada das armas, mas não falou se ainda existe algum tipo de pendência em relação à documentação alfandegária. Por outro lado, o secretário anunciou que, na próxima semana, o Estado receberá 12 novas viaturas, sendo 10 Blazer e dois Corsas. Arecippo revelou, ainda, estar em andamento uma nova licitação para a compra de novas armas, que está dependendo agora do Ministério da Justiça. Sobre a violência no Estado, o secretário de Defesa Social comentou que não existe comparação entre o que acontece em grandes cidades, como Rio e São Paulo, e Alagoas. “Casos de violência lamentáveis que acontecem nessas regiões não ocorrem em Alagoas”, ressaltou.

Mais matérias
desta edição