app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5752
Polícia

IML de Macei� registra tr�s assassinatos em 24 horas

O Instituto Médico Legal Estácio de Lima registrou três assassinatos em 24 horas. Entre a tarde de sábado e o fim da manhã de ontem, duas pessoas foram mortas a tiros em Maceió e uma em União dos Palmares(a 80 Km de Maceió). Um dos criminosos já está iden

Por | Edição do dia 25/02/2002 - Matéria atualizada em 25/02/2002 às 00h00

O Instituto Médico Legal Estácio de Lima registrou três assassinatos em 24 horas. Entre a tarde de sábado e o fim da manhã de ontem, duas pessoas foram mortas a tiros em Maceió e uma em União dos Palmares(a 80 Km de Maceió). Um dos criminosos já está identificado e vem sendo caçado pela polícia. O empalhador Luciano dos Santos, 25, que residia na Rua Diegues Júnior, 18, no Poço, foi assassinado na porta de um bar com dois tiros de revólver, calibre 38, por um comerciante, identificado por Silva, que se encontra foragido. O crime está sendo investigado por policiais da Delegacia do 9º Distrito. Luciana dos Santos, 29, irmã de Luciano, declarou que seu irmão estava bebendo num bar pertencente a seu tio, localizado no Reginaldo, quando o criminoso chegou, provocou uma confusão e fez os disparos. “Não tinha nenhum motivo. Ele é violento mesmo, pois, dias atrás, ele tentou matar um primo meu de nome “Péu”, que escapou por milagre”, declarou ela. O servente Clécio Soares da Silva, que residia na Rua do Cajueiro, 140, em Ipioca, foi morto com vários tiros de revólver nas imediações de sua residência. Policiais da Delegacia do 6º Distrito estão tentando identificar e prender o acusado, que fugiu ao flagrante. No interior O trabalhador rural José Cícero Lourenço, 20, que residia na Rua da Vaquejada, em União dos Palmares, foi morto, por dois elementos não identificados, com sete tiros de revólver, calibre 38. O crime aconteceu no Povoado de Barra, em São José da Laje, a 98 Km de Maceió. Os parentes da vítima que estiveram, ontem, no IML de Maceió não souberam informar as causas do assassinato, que será investigado pelo delegado local, Eraldo Brasil Filho.

Mais matérias
desta edição