app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Polícia

Traficante � morto em disputa por “boca” perto de delegacia

Os traficantes de drogas Henrique, Tiago, “Fumaça” e “Faísca” estão sendo apontados como os matadores de Luciano Fernando dos Santos, 21, que, segundo investigação da Polícia Civil, tencionava montar um ponto-de-venda de drogas na Rua Camaragibe, em Be

Por | Edição do dia 24/10/2002 - Matéria atualizada em 24/10/2002 às 00h00

Os traficantes de drogas Henrique, Tiago, “Fumaça” e “Faísca” estão sendo apontados como os matadores de Luciano Fernando dos Santos, 21, que, segundo investigação da Polícia Civil, tencionava montar um ponto-de-venda de drogas na Rua Camaragibe, em Bebedouro, e acabou sendo assassinado a golpes de faca e cacete porque queria dividir o comércio com os rivais. Luciano Fernando foi atacado próximo a sua residência, na Rua Camaragibe, no final da tarde de terça-feira e teve morte imediata. Os acusados estão foragidos e sendo procurados pelo delegado Fernando Artur, do 4º Distrito Policial. A doméstica Betânia dos Santos, prima de Luciano, disse que ele era viciado em drogas e que foi vítima dos traficantes que mantêm três pontos-de-venda a menos de 500 metros da delegacia de polícia. É hora de dar um basta porque as pessoas ali residentes vivem horas de incerteza com tantos assassinatos. “Estes quatro elementos que mataram meu primo dão as ordens, e a polícia não pode permitir que isto venha acontecendo”, ressalta Betânia dos Santos. Dezenas de famílias residentes naquela localização esperam contar com o apoio da Secretaria de Defesa Social, no combate à onda de violência imposta pelos traficantes que portam armas e vendem maconha e outros tipos de drogas à luz do dia. “Meu marido foi mais uma vítima dos bandidos que residem no nosso bairro. Foi atraído para uma cilada e morto como um animal”, denuncia Roseane da Silva, viúva de Luciano Fernando. Policiais estão realizando diligências para prender os acusados.

Mais matérias
desta edição