app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5716
Polícia

Suspeito de assalto � morto em favela com quinze tiros

Ocupantes de um veículo Gol, branco, quatro portas, executaram com quinze tiros de pistola, calibre 380, três dos quais na cabeça, Carlos Alexandre Guedes Vicente, o “Carlinhos Ladrão”, suspeito de envolvimento em assaltos no bairro do Tabuleiro do Martin

Por | Edição do dia 30/10/2002 - Matéria atualizada em 30/10/2002 às 00h00

Ocupantes de um veículo Gol, branco, quatro portas, executaram com quinze tiros de pistola, calibre 380, três dos quais na cabeça, Carlos Alexandre Guedes Vicente, o “Carlinhos Ladrão”, suspeito de envolvimento em assaltos no bairro do Tabuleiro do Martins. O homicídio ocorreu na noite da última segunda-feira, num trecho da favela do Conjunto Lucila Toledo, naquele bairro. Hebert Gustavo Leite, 18, apontado como cúmplice da outra vítima, saiu ferido e está internado na Unidade de Emergência Armando Lages. Segundo as testemunhas, os dois foram seguidos, desde o Conjunto Gama Lins, onde “Carlinhos Ladrão” residia, e baleados a poucos metros do local. “Os tiros começaram quando os criminosos ainda estavam no carro. Só que, após Carlos cair, um dos atiradores se aproximou e descarregou a arma em direção à sua cabeça”, declarou uma testemunha, pedindo para não ser identificada. Informações de moradores do Conjunto Gama Lins ressaltam o envolvimento das vítimas em crimes de roubo e furtos. Dona Maria de Lourdes Guedes, mãe de Carlos, alega que o filho era revoltado, desde que seu irmão foi morto há quatro anos. No entanto, nega que estivesse comprometido em assaltos à mão armada. O delegado do 10º Distrito, Manoel Bezerra, foi informado do atentado, através de ofício da Central Integrada de Atendimento Policial ao Cidadão (Ciapc II), assinado pelo delegado de plantão Valdor Coimbra Lou, determinando a abertura de inquérito e notificação de testemunhas da ocorrência.

Mais matérias
desta edição