app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5691
Polícia

Armas de PMs ser�o periciadas

Taquarana – As armas que foram usadas pelos policiais militares que participaram da perseguição aos assaltantes dos Correios de Taquarana, que resultou na morte do adolescente Rafael da Silva, 13 anos, serão requisitadas pela Polícia Civil. Segundo o dele

Por | Edição do dia 11/05/2013 - Matéria atualizada em 11/05/2013 às 00h00

Taquarana – As armas que foram usadas pelos policiais militares que participaram da perseguição aos assaltantes dos Correios de Taquarana, que resultou na morte do adolescente Rafael da Silva, 13 anos, serão requisitadas pela Polícia Civil. Segundo o delegado regional de Palmeira dos Índios, Évio Brasil, que está investigando a morte do garoto, as armas dos PMs, juntamente com os dois revólveres que foram apreendidos com os assaltantes, serão submetidos a exame de comparação balística. “Acredito que oito armas deverão ser levadas para a perícia. Por meio do exame, será possível saber de qual delas foram disparados os tiros que atingiram o garoto”, explicou o delegado. Ainda na quinta-feira, Évio Brasil ouviu o depoimento dos acusados do assalto aos Correios, identificados como Aldenir Antônio dos Santos, 24, e o adolescente V.S.O., de 16 anos. Os militares que participavam da perseguição policial também foram ouvidos. “Os presos disseram que os tiros não partiram dele e os policiais militarem afirmam que houve troca de tiros entre eles naquele trecho da pista”, afirmou o delegado, explicando que preside o inquérito apenas em relação à morte do garoto e que a investigação sobre o assalto aos Correios será tocada pela Polícia Federal (PF).

Mais matérias
desta edição