app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5757
Polícia

Menina � espancada e m�e acusa padrasto

A dona de casa Mônica Maria da Silva, 20, acusada de espancar a própria filha M.M.B., de 2 anos, prestou depoimento, ontem, na Central Integrada de Atendimento Policial ao Cidadão (CIAPC II), no Tabuleiro do Martins, e acusou o amante, José Tenório da Sil

Por | Edição do dia 12/11/2002 - Matéria atualizada em 12/11/2002 às 00h00

A dona de casa Mônica Maria da Silva, 20, acusada de espancar a própria filha M.M.B., de 2 anos, prestou depoimento, ontem, na Central Integrada de Atendimento Policial ao Cidadão (CIAPC II), no Tabuleiro do Martins, e acusou o amante, José Tenório da Silva, com quem conviveu, nos últimos três meses, de maltratar a menina. Mônica foi detida pelo juiz de Menores, Luis Carlos, que foi alertado pelos vizinhos dela de que a criança havia chorado muito durante a noite do último domingo, por causa de supostas agressões. “Ao constatar que a menina apresentava ferimentos no rosto, no peito e nas costas, chamei de imediato a Polícia Militar”, explicou. Estupro Levada para a CIAPC II, Mônica defendeu-se e acusou o amante que ficou preso, em virtude de ter uma prisão preventiva decretada pelo juiz da Comarca de Palmeira dos Índios: José Tenório é acusado de praticar estupro contra uma prima. As agressões contra a menor serão investigadas, através de inquérito policial, pelo delegado dos Crimes contra a Criança, Paulo Braz.

Mais matérias
desta edição