app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5749
Polícia

Pol�cia acha ossada em canavial

O Instituto Médico Legal recebeu, ontem, a ossada do trabalhador rural José Inaldo da Silva, 32, encontrada na última terça-feira enterrada num canavial pertencente à Fazenda Luango, no município de Cajueiro. O pai da vítima, Vicente Antônio da Silva, fe

Por | Edição do dia 28/11/2002 - Matéria atualizada em 28/11/2002 às 00h00

O Instituto Médico Legal recebeu, ontem, a ossada do trabalhador rural José Inaldo da Silva, 32, encontrada na última terça-feira enterrada num canavial pertencente à Fazenda Luango, no município de Cajueiro. O pai da vítima, Vicente Antônio da Silva, fez o reconhecimento da roupa encontrada na cova rasa e admitiu ser a mesma que o filho usava ao desaparecer, no dia 26 de fevereiro último. Na época em que foi assassinado, Inaldo trabalhava no município de União dos Palmares, mas estava passando uns dias com a família, em Cajueiro. Segundo a polícia, o trabalhador rural teria marcado encontro com os amigos Agnaldo Benedito de Lima e Paulo Caetano da Silva, conhecido como “Paulo Maioral” e temido no município por envolvimentos em assassinatos. “Maioral” e Agnaldo teriam convidado Inaldo para beber e no meio da farra decidiram, sem motivo aparente, assassinar o companheiro. Para matar Inaldo Silva, eles usaram uma faca de serra. Em seguida, arrastaram a vítima para o canavial e a enterraram. As buscas pelo corpo de Inaldo foram intensificadas em setembro último, mas somente na última terça-feira a ossada de Inaldo foi localizada. Os acusados pelo crime já estão presos no São Leonardo.

Mais matérias
desta edição