app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Polícia

Juiz manda pol�cia fechar “inferninhos”

Atendendo determinação do juiz Jairo Xavier, do município de Teotônio Vilela, o delegado Eulálio Rodrigues fechou vários bares e “inferninhos” que vinham explorando a prostituição infantil. Os policiais também apreenderam drogas, armas e veículos irregula

Por | Edição do dia 30/11/2002 - Matéria atualizada em 30/11/2002 às 00h00

Atendendo determinação do juiz Jairo Xavier, do município de Teotônio Vilela, o delegado Eulálio Rodrigues fechou vários bares e “inferninhos” que vinham explorando a prostituição infantil. Os policiais também apreenderam drogas, armas e veículos irregulares. No momento da operação policial, nenhuma menor foi encontrada nos estabelecimentos. Mas, a polícia não tem dúvidas de que menores vêm sendo alvo de exploração. A comerciante Lenilda Lima, dona do Bar Passaport, foi presa porque se recusou a fechar o estabelecimento após as 23h. O delegado Eulálio Rodrigues, que está na cidade há dois meses, relata que a polícia quer reduzir o índice de violência na região, e para isto mantém várias equipes sob o comando do policial Edson Souza, chefe de operações 24 horas em alerta. “Toda a cidade está sendo fiscalizada pelos policiais civis. Toda e qualquer irregularidade será combatida. Polícia e justiça não vão permitir exploração de menores, tráfico de drogas e outros tipos de delitos. Quem cometer algum tipo de crime será preso e levado às barras da justiça”, afirma o policial civil Edson Souza. O trabalho de combate à violência e prostituição em Teotônio Vilela conta com o aval do delegado Cícero Torres, diretor de Polícia do Interior (Depin), que dentro da estrutura da Secretaria de Defesa Social está atendendo ao trabalho da Polícia Civil e do juiz Jairo Xavier. A operação será também realizada em outras cidades.

Mais matérias
desta edição