app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Polícia

J�ri absolve acusado de matar reeducando dentro de cela

O réu José Gustavo dos Santos Lima foi absolvido, pelo Conselho de Sentença do 1º Tribunal do Júri de Maceió, da acusação de homicídio qualificado cometido contra o reeducando Francisco Geraldo Marinho, em 2010. O julgamento ocorreu na tarde de ontem, n

Por | Edição do dia 16/07/2015 - Matéria atualizada em 16/07/2015 às 00h00

O réu José Gustavo dos Santos Lima foi absolvido, pelo Conselho de Sentença do 1º Tribunal do Júri de Maceió, da acusação de homicídio qualificado cometido contra o reeducando Francisco Geraldo Marinho, em 2010. O julgamento ocorreu na tarde de ontem, no Fórum da Capital, no bairro de Barro Duro, e foi presidido pelo juiz Maurício César Brêda Filho. O magistrado determinou a expedição de alvará de soltura, “devendo [José Gustavo] ser posto em liberdade se por outro motivo não estiver preso”. A morte de Francisco Marinho ocorreu no presídio Baldomero Cavalcanti, no bairro Tabuleiro do Martins, na capital. Francisco Marinho foi encontrado dentro de uma cela, pendurado pelo pescoço, já em óbito. A promotora Martha Bueno sustentou, durante o julgamento, que o reeducando foi estrangulado e, posteriormente, enforcado por José Gustavo. “O autor da trama criminosa estrangulou a vítima com uma toalha. Houve uma constrição do pescoço. Depois disso, Francisco Marinho, que já estava quase em óbito, sem forças, foi pendurado à grade com o auxílio de um lençol, para que o fato fosse caracterizado como suicídio”.

Mais matérias
desta edição