app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5732
Polícia

Menores que assassinaram comerciante eram de Macei�

Arapiraca – Após a apreensão dos adolescentes J.S.R., 14 anos de idade, e J.E.S., 15 anos, acusados de cometerem crime de latrocínio contra o comerciante Adeílton Celestino da Silva, 52 anos, ocorrido na última segunda-feira, em Arapiraca, a polícia inici

Por | Edição do dia 23/07/2015 - Matéria atualizada em 23/07/2015 às 00h00

Arapiraca – Após a apreensão dos adolescentes J.S.R., 14 anos de idade, e J.E.S., 15 anos, acusados de cometerem crime de latrocínio contra o comerciante Adeílton Celestino da Silva, 52 anos, ocorrido na última segunda-feira, em Arapiraca, a polícia iniciou apuração sobre os menores e confirmou, ontem, que eles são moradores da cidade de Maceió e filhos de famílias de classe média, além de ter descoberto mais detalhes dos crimes. De acordo com as investigações policiais, os dois teriam chegado em Arapiraca no último final de semana. J.E.S. contou em entrevista a uma emissora de rádio local que iria utilizar o dinheiro do assalto para retornar à casa dos pais na capital. Ele confessou ter sido o autor dos dois disparos que mataram Adeílton Celestino, após o comerciante ter reagido à ação no Mercadinho do Dão, no bairro Cacimbas II. Já a mãe de J.S.R., identificada como Kelly Cristina da Rocha, que entrou em contato com a Central de Polícia de Arapiraca, para onde os dois foram levados após os crimes, contou que o filho saiu de casa na sexta-feira da semana passada, para ir a um shopping e que toda a família havia ficado preocupada com o sumiço, somente descoberto após a polícia ter entrado em contato, para informar sobre os crimes e a apreensão.

Mais matérias
desta edição