app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Polícia

Moradores sofrem com assaltos no Vera Arruda

Revoltados, moradores da Rua Coronel Walfrido Rocha, no Conjunto Stella Maris, proximidades do Corredor Vera Arruda, cobram da Prefeitura de Maceió ações que garantam a urbanização do local. Segundo eles, a área está abandonada, com lixo, entulho e mato i

Por | Edição do dia 29/07/2015 - Matéria atualizada em 29/07/2015 às 00h00

Revoltados, moradores da Rua Coronel Walfrido Rocha, no Conjunto Stella Maris, proximidades do Corredor Vera Arruda, cobram da Prefeitura de Maceió ações que garantam a urbanização do local. Segundo eles, a área está abandonada, com lixo, entulho e mato inviabilizando a livre circulação, e criando condições para a ação de assaltantes. “São três, quatro assaltos por dia. Mais de 20 moradores aqui do prédio já foram assaltados”, reclama Lúcia Galvão, servidora pública do município e síndica de um prédio no conjunto. Ela diz que os moradores sofrem com a falta de policiamento ostensivo e com a falta de assistência dos órgãos municipais, que não garantem a limpeza urbana nem a iluminação das ruas. A violência dos assaltos aumentou, segundo Lúcia Galvão, no fim do ano passado, e vem crescendo assustadoramente nos últimos meses. “Os ladrões chegam de moto ou de bicicleta, apontam a arma, tomam a bolsa ou o celular, e a gente não tem a quem recorrer”, ilustrou a moradora, que já foi assaltada, assim como os filhos. Também moradora do bairro, a policial militar Ana Patrícia do Nascimento Silva, 42, é outra vítima dos assaltantes que estão agindo no Stella Maris. “Eles agem a qualquer hora, seja dia ou noite”, afirma ela, cuja filha recentemente foi alvo da bandidagem. Ela pede que o comando do 1º Batalhão da Polícia Militar, responsável pelo policiamento naquela área, reforce as rondas e o policiamento no local.

Mais matérias
desta edição