app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Polícia

Opera��o prende 7 por inc�ndios

Sete pessoas foram presas ontem, em vários bairros de Maceió, numa operação integrada das polícias Civil e Militar, suspeitas de participação nos incêndios a coletivos do sistema público de passageiros de Maceió. Os crimes foram praticados em junho deste

Por | Edição do dia 12/08/2015 - Matéria atualizada em 12/08/2015 às 00h00

Sete pessoas foram presas ontem, em vários bairros de Maceió, numa operação integrada das polícias Civil e Militar, suspeitas de participação nos incêndios a coletivos do sistema público de passageiros de Maceió. Os crimes foram praticados em junho deste ano. Os policiais foram às ruas cumprir 29 mandados de prisão e busca e apreensão expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital. Dois dos sete acusados foram presos em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e estupro de vulnerável. O primeiro acusado é Luan Gabriel Aureliano Silva, 18 anos, com quem a polícia apreendeu 28 bombinhas de maconha. Já o homem identificado como Itaciel Joaquim da Silva, 29, foi preso no bairro de Chã da Jaqueira. Segundo a polícia, ele estava com uma menor de 13 anos, que portava um cachimbo para uso de drogas. A menor foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML), para exame de conjunção carnal. Itaciel responderá por estupro de vulnerável, pois, mesmo com o suposto consentimento, a adolescente tem menos de 14 anos, o que caracteriza estupro. Além dos já citados, foram presos Márcio Daniel Melo da Silva, 19, Ângelo Márcio de Souza Bastos, 32, José Fabrício Galdino, 40, que já responde por estupro, Carlos Henrique da Silva Monteiro, 23, e José Antero Júnior, 33, que responde por homicídio. Esse último acusado, que usa tornozeleira eletrônica, foi identificado próximo ao trecho da Rua Cabo Reis, no bairro do Trapiche, onde vândalos tentaram incendiar um coletivo da empresa Piedade. Todos negam participação nos crimes investigados. As prisões foram realizadas logo nas primeiras horas da manhã, nos bairros Chã da Jaqueira, Benedito Bentes, Sítio São Jorge e Trapiche da Barra. Nenhum dos detidos resistiu ao cumprimento dos mandados de prisão. Todos foram levados para a Casa de Custódia da PC, até serem transferidos para o sistema prisional.

Mais matérias
desta edição