app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5729
Polícia

Adolescente responde pela morte do filho

Uma adolescente de 17 anos, que suspeita de ter matado o filho recém-nascido, no município de União dos Palmares, será autuada em flagrante por infanticídio. O delegado responsável pelo inquérito, Isaías Rodrigues, disse que considerou o estado emociona

Por | Edição do dia 18/08/2015 - Matéria atualizada em 18/08/2015 às 00h00

Uma adolescente de 17 anos, que suspeita de ter matado o filho recém-nascido, no município de União dos Palmares, será autuada em flagrante por infanticídio. O delegado responsável pelo inquérito, Isaías Rodrigues, disse que considerou o estado emocional da jovem, entretanto, deixou claro que não tem dúvidas quanto à sua responsabilidade no caso. Ele aguarda o resultado do exame pericial, que está sendo feito pelo Instituto Médico Legal (IML), para apontar a causa da morte. O corpo do recém-nascido foi encontrado na manhã de sábado, 15, enterrado no quintal da casa casa da adolescente, por policiais do 2º Batalhão de Polícia Militar (2º BPM), que seguiram denúncia anônima. O delegado Isaías Rodrigues disse que o inquérito deve ser concluído ainda esta semana e vai levar em consideração se a mãe estava sob desequilíbrio emocional provocado pelo estado puerperal, que vai do nascimento até o retorno total do organismo materno às condições anteriores à gestação. É essa influência que caracteriza a figura típica do infanticídio. A ciência admite que, durante a expulsão da criança, a mãe pode sofrer intensas alterações psíquicas e físicas, que a deixam sem plenas condições de entendimento.

Mais matérias
desta edição