app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Polícia

Opera��o com mortes ser� investigada � parte

Uma portaria publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) de ontem determinou, em caráter especial, que o delegado Ronilson Medeiros, atual diretor da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), apure os resultados de uma operação policial, ocorrid

Por | Edição do dia 18/08/2015 - Matéria atualizada em 18/08/2015 às 00h00

Uma portaria publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) de ontem determinou, em caráter especial, que o delegado Ronilson Medeiros, atual diretor da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), apure os resultados de uma operação policial, ocorrida na última quinta-feira, 13, no município de Junqueiro, distante 86 km da capital, que resultou na morte de três suspeitos de integrarem uma quadrilha. Assinada e designada pelo delegado-geral de Polícia Civil, Paulo Cerqueira, a portaria dá um prazo máximo de cinco dias para que o novo delegado responsável pelas investigações inicie as apurações da ação e informe o número do processo investigativo à Delegacia Geral. Conforme o delegado Ronilson Medeiros, a partir de agora, todas as informações apuradas até o momento serão analisadas para que o caso tenha uma resposta plausível. Na última sexta-feira, 14, em entrevista coletiva dada à imprensa, os delegados que realizaram a operação explicaram que os suspeitos estavam na mesma casa, localizada em uma fazenda da região, e que reagiram à chegada dos policiais. “É preciso que o caso seja esclarecido da forma mais clara possível. As primeiras investigações apontam que eles faziam parte de uma quadrilha envolvida com assaltos a banco, roubo de residências e pontos comerciais, roubo de veículos e tráfico de drogas. No entanto, é preciso que haja investigações mais precisas acerca da ação dos policiais e dos suspeitos”, explica o delegado. A quadrilha também planejaria sequestrar empresários da região.

Mais matérias
desta edição