app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Polícia

PF indica interdi��o de trechos da Jati�ca

A Superintendência da Polícia Federal (PF) em Alagoas apresenta hoje, durante coletiva de imprensa, o resultado do laudo pericial sobre a língua suja que surgiu no mar da Jatiúca, em Maceió. De acordo com a assessoria da PF, o laudo pericial e outros dado

Por | Edição do dia 26/08/2015 - Matéria atualizada em 26/08/2015 às 00h00

A Superintendência da Polícia Federal (PF) em Alagoas apresenta hoje, durante coletiva de imprensa, o resultado do laudo pericial sobre a língua suja que surgiu no mar da Jatiúca, em Maceió. De acordo com a assessoria da PF, o laudo pericial e outros dados resultantes das investigações – que ainda estão em andamento, sem prazo para encerramento – serão divulgados às 10 horas, no auditório da sede do órgão, no bairro de Jaraguá. As chamadas “línguas sujas” são manchas de esgoto formadas por dejetos e águas sujas que são despejados no mar. “O esgoto está à vista e em alguns locais a água do mar não é recomendável para banhos. A situação é encontrada em alguns pontos na Praia da Jatiúca e em outros pontos da orla de Maceió, muito frequentada por alagoanos e turistas dos mais diversos lugares do País”, destaca a assessoria da PF/AL. Foram feitas análises da água e de coliformes fecais, que resultaram em uma recomendação drástica. “As perícias indicam que há casos em que pontos ou trechos da praia precisam ser interditados, em razão de apresentarem alto nível de coliformes fecais”, destaca o órgão. “A Polícia Federal sugere que seja desenvolvido todo um trabalho em conjunto com as entidades ligadas ao meio ambiente e responsáveis pela infraestrutura do Estado no campo educativo e repressivo”, conclui a nota enviada ontem aos órgãos de imprensa alagoanos.

Mais matérias
desta edição