app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Polícia

Carreata lembra um ano da morte de PM

Portando faixas com dizeres sobre a vida da soldada da Polícia Militar Izabelle Pereira, morta com 17 tiros de submetralhadora dentro de uma viatura do Batalhão de Radiopatrulha, amigos e familiares realizaram, no começo da tarde de ontem, uma carreata pe

Por | Edição do dia 01/09/2015 - Matéria atualizada em 01/09/2015 às 00h00

Portando faixas com dizeres sobre a vida da soldada da Polícia Militar Izabelle Pereira, morta com 17 tiros de submetralhadora dentro de uma viatura do Batalhão de Radiopatrulha, amigos e familiares realizaram, no começo da tarde de ontem, uma carreata pelas ruas de Maceió. O objetivo do ato foi cobrar punição aos supostos responsáveis pela morte da militar, ocorrida em 31 de agosto do ano passado. Dois dos três colegas de guarnição foram indiciados, mas o caso segue envolto em dúvidas. Os veículos que participaram da carreata saíram da parte baixa de Maceió em direção ao Fórum da capital, no bairro de Barro Duro. A manifestação percorreu, ainda, o bairro São Jorge, local onde a submetralhadora disparou contra a militar, que estava no banco de trás da viatura, em suposta perseguição a suspeitos de crime. Familiares e pessoas próximas a Izabelle continuam a rechaçar a tese de que a morte foi fruto de um acidente. O Ministério Público Estadual (MPE) protocolou, há uma semana, denúncia contra os policiais militares Samuel Jackson Ferreira de Lima, de 27 anos, e José Rogério Mariano da Silva, de 33 anos.

Mais matérias
desta edição