app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Polícia

Opera��o resulta em 13 pris�es

Uma operação integrada das forças de segurança pública (Polícias Civil e Militar) resultou na prisão de 13 pessoas, acusadas de formar uma organização criminosa que agia principalmente no tráfico de drogas nos bairros de Ponta da Terra, Pajuçara, Jaraguá

Por | Edição do dia 18/09/2015 - Matéria atualizada em 18/09/2015 às 00h00

Uma operação integrada das forças de segurança pública (Polícias Civil e Militar) resultou na prisão de 13 pessoas, acusadas de formar uma organização criminosa que agia principalmente no tráfico de drogas nos bairros de Ponta da Terra, Pajuçara, Jaraguá e Ponta Verde. O grupo foi detido no início da manhã de ontem e apresentado em coletiva na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP), no Centro de Maceió. Um dos criminosos, conhecido como “Douglas”, teria reagido à prisão e foi morto em Jaraguá. Segundo a polícia, os líderes do bando eram Jadelmir Nascimento Santos Filho, de 27 anos, conhecido como “Amaral”, e Fleygadi Ferreira Moura, 30 anos, o “Gadinho”. A polícia disse ainda que Gadinho tem ligação, desde 2010, com o PCC, o Primeiro Comando da Capital, maior facção criminosa do País. Segundo o comandante do Operações Policiais Especiais (Bope), major Ênio Bolivar, todos os presos, entre eles duas mulheres, têm passagem pela polícia. O bando também é acusado de homicídios na região onde atuava, além de assaltos. O serviço de inteligência da polícia, inclusive, está de posse de gravações nas quais eles planejavam mais assassinatos. A polícia informou ainda que o grupo participou dos últimos homicídios e tentativa de homicídios na região. Com eles, foram apreendidos cinco armas, sendo três revólveres calibre 38; um calibre 32; uma pistola; 500 gramas de cocaína; aproximadamente 25 quilos de maconha; 23 celulares; duas balanças de precisão, usadas para pesar a droga; 25 munições; 500 reais em espécie; três carros e três motos. As prisões foram efetuadas na casa dos acusados, na Ponta da Terra. Outras duas pessoas, a de Gadinho e de Amaral, ocorreram no Salvador Lira e no Benedito Bentes, onde moravam. Eles teriam comprado com o dinheiro do tráfico um apartamento na Ponta Verde e um casarão no Salvador Lira. Foram expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital e 15ª Vara, com apoio do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc) do Ministério Público Estadual (MPE), 27 mandados de busca e 14 de prisão.

Mais matérias
desta edição