app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5712
Polícia

Detento que matou vizinho est� de volta ao Baldomero

O juiz das Execuções Penais, Jamil Hamil, determinou, ontem, ao delegado do 10º Distrito, Manuel Bezerra, que encaminhasse o detento João Durval de Almeida Filho, 24, condenado a cinco anos por assalto à mão armada em Maceió, ao Baldomero Cavalcanti. No

Por | Edição do dia 20/03/2002 - Matéria atualizada em 20/03/2002 às 00h00

O juiz das Execuções Penais, Jamil Hamil, determinou, ontem, ao delegado do 10º Distrito, Manuel Bezerra, que encaminhasse o detento João Durval de Almeida Filho, 24, condenado a cinco anos por assalto à mão armada em Maceió, ao Baldomero Cavalcanti. No último dia 2 de fevereiro, ele matou, a golpes de faca-peixeira, no Conjunto Santos Dumont, no Tabuleiro do Martins, o vizinho, identificado como Clebson de Godoy Alves, 24, que o teria ameaçado de morte por questões de ciúme. A prisão de Durval aconteceu no último sábado, após ele se envolver numa briga de rua, no distrito de Guaxuma. “Ele quebrou a condicional e voltou hoje mesmo para o presídio”, informou o delegado. O detento afirmou que levou muito azar ao ser preso, pois quem estava de plantão era o delegado Manuel Bezerra, que vinha investigado a morte de Clebson de Godoy Alves. “Assim que João Durval chegou preso e foi conduzido à minha sala, não tive dúvidas de que estávamos diante de um crime esclarecido em minha circunscrição”, declarou o delegado. João Durval confessou o assassinato, afirmando que se desentendeu com a vítima por questões de ciúmes e, inclusive, foi ameaçado de morte por Godoy. Ontem pela manhã, o delegado determinou que fosse levado para o Baldomero.

Mais matérias
desta edição