app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5716
Polícia

Gays s�o acusados de arrombar churrascaria

Dois homossexuais foram presos e acusados de arrombar uma churrascaria na Praia da Avenida, no Centro. José Carlos Panta Ferreira, 20, conhecido por “Viviane”, e Fábio Pereira de Araújo, 18, “Michelle”, foram encaminhados para a Delegacia de Roubos e Fu

Por | Edição do dia 22/03/2002 - Matéria atualizada em 22/03/2002 às 00h00

Dois homossexuais foram presos e acusados de arrombar uma churrascaria na Praia da Avenida, no Centro. José Carlos Panta Ferreira, 20, conhecido por “Viviane”, e Fábio Pereira de Araújo, 18, “Michelle”, foram encaminhados para a Delegacia de Roubos e Furtos, onde estão sendo submetidos à investigação, mas negam a prática do crime. Eles afirmaram que estavam na praia quando foram molestados por um travesti, identificado como “Pedrita”, que os perseguiu com um facão. “Fugimos para a Praça Sinimbu e quando chegamos nas fundos da Churrascaria Gaúcho vimos dois homens saírem correndo do local. Em poucos minutos a polícia chegou e nos encontrou ao lado de várias caixas de carne, bebidas, frios e até um botijão de gás”, revelou “Viviane”. “Viviane” declarou que os policiais não acreditaram na versão de que outras duas pessoas tinham praticado o arrombamento e fugiram quando viram a aproximação dos homossexuais, decidindo encaminhá-los à presença do delegado Valdir Silva de Carvalho. O delegado de Roubos e Furtos advertiu que os homossexuais já têm passagem pela DRF e serão investigados. “Caso seja confirmado que realmente arrombaram a churrascaria, serão indiciados em inquérito policial”, frisou Carvalho. O envolvimento de homossexuais em assaltos tem sido denunciado à Polícia Civil. Recentemente, um sargento da Polícia Militar desferiu três tiros no gay Júlio César, na Avenida Duque de Caxias.

Mais matérias
desta edição