app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5716
Polícia

PM apreende droga prensada em opera��o no Clima Bom

Policiais da 1ª Companhia do 4º Batalhão da Polícia Militar, sob o comando do capitão Elvandro Omena, apreenderam 600 gramas de maconha, numa operação desenvolvida na última quarta-feira, no bairro do Clima Bom, e tentam, agora, capturar o traficante id

Por | Edição do dia 22/03/2002 - Matéria atualizada em 22/03/2002 às 00h00

Policiais da 1ª Companhia do 4º Batalhão da Polícia Militar, sob o comando do capitão Elvandro Omena, apreenderam 600 gramas de maconha, numa operação desenvolvida na última quarta-feira, no bairro do Clima Bom, e tentam, agora, capturar o traficante identificado como Isaías, que conseguiu fugir à ação da polícia. O capitão Elvandro revelou que dois homens estavam tentando repassar a droga, num terreno baldio próximo ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e quando perceberam a aproximação da viatura da Polícia Militar deixaram a droga, fugindo por um matagal. Segundo o oficial da PM, parte da maconha estava cortada em 29 tabletes, que seriam vendidos para viciados do bairro por R$ 1,50, preço médio, e outra parte ainda estava inteira. “Estamos reprimindo o tráfico aqui no Clima Bom e vamos conseguir prender os principais envolvidos nesta modalidade de crime”, advertiu ele. Os policiais militares da 1ª Companhia do 4º Batalhão prenderam, em menos de dois meses de atividade, os traficantes “Paulinho”, “Moisés”, e “Naldinho”, que foram autuados em flagrante pelo delegado de Repressão às Drogas, Flávio Saraiva, e estão recolhidos ao presídio São Leonardo. “O delegado Flávio Saraiva tem dado todo apoio ao trabalho da PM”, completou. Nos últimos meses, o bairro do Clima Bom tem sido alvo de muita preocupação por parte dos moradores. Durante a noite, segundo denúncias, não é seguro ficar sentado à porta de casa porque há o risco iminente de ser alvo de uma bala perdida. – Graças a Deus a Polícia Militar está tirando os bandidos de circulação. Espero que este trabalho não seja desativado -, salienta o morador José Pedro.

Mais matérias
desta edição