app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Polícia

Mulher se suicida tomando 180 comprimidos Diazepan

Angelina Oliveira dos Santos, 28, que residia na Rua São Francisco, s/n, em Ouro Preto, suicidou-se, no último domingo, tomando 180 comprimidos à base de diazepan. Ela morreu deitada em sua própria cama e somente na manhã de ontem, os pais perceberam o

Por | Edição do dia 26/03/2002 - Matéria atualizada em 26/03/2002 às 00h00

Angelina Oliveira dos Santos, 28, que residia na Rua São Francisco, s/n, em Ouro Preto, suicidou-se, no último domingo, tomando 180 comprimidos à base de diazepan. Ela morreu deitada em sua própria cama e somente na manhã de ontem, os pais perceberam o que havia acontecido. O suicídio será investigado pelo delegado do 4º Distrito, Fernando Artur. O aposentado Amaro Cícero dos Santos, 63, pai de Angelina, revelou à imprensa que a filha costumava tomar remédios controlados, visto que sofria de epilepsia. “Ela ia buscar os remédios no Hospital Portugal Ramalho e apesar dos conselhos dos médicos de que deveria deixar que os pais controlassem a medicação, minha filha se recusava e ela mesma tomava os comprimidos”, declarou Amaro. Segundo ele, desde os 12 anos, Angelina Oliveira dos Santos sofria de ataques epilépticos, fato que a tornou uma pessoa reservada. “Ela teve vários acidentes, inclusive existem queimaduras em seu rosto, visto que quando entrava em crise costumava cair”, informou o aposentado. Amaro Cícero declarou também que a filha tinha tentado se matar outra vez: “quando morávamos no Interior, ela tomou tantos comprimidos que passou 100 horas dormindo”. O corpo de Angelina foi levado para o Instituto Médico Legal Estácio de Lima, necropsiado e liberado para sepultamento.

Mais matérias
desta edição